A única coisa que não pode ser maquiada é o povo na rua

É o que afirma Ana Paula Henkel, em artigo publicado na Edição 129 da Revista Oeste
-Publicidade-
Vista aérea da Avenida Paulista, em São Paulo, no 7 de Setembro de 2022 | Foto: ChoiceImages/Revista Oeste
Vista aérea da Avenida Paulista, em São Paulo, no 7 de Setembro de 2022 | Foto: ChoiceImages/Revista Oeste

Em artigo publicado na Edição 129 da Revista Oeste, Ana Paula Henkel escreve sobre as manifestações do 7 de Setembro, em que a população brasileira tomou as ruas das principais capitais do país. Segundo a colunista, a única coisa que não pode ser maquiada é o povo na rua.

Leia um trecho

“Ainda tento encontrar palavras para descrever o que senti neste 7 de Setembro. Fiz questão de estar no Brasil e ver, de perto, o que meu coração me dizia que seria essa data. Não era e não foi um 7 de Setembro comum. Não apenas pela comemoração do bicentenário de nossa independência, mas porque há muito em jogo em nosso futuro como nação forte. Nossa Constituição não é mais respeitada por aqueles que deveriam protegê-la a todo custo. Há juízes ativistas tomando conta das leis em conluio com membros da velha imprensa e da velha política, e precisávamos entregar uma mensagem. Políticos estão omissos em suas atribuições institucionais e nossas ferramentas de freios e contrapesos para manter saneada nossa República estão sendo ignoradas. E lá foi o povo para as ruas. O mesmo povo que causa nojo e ódio nos mesmos hipócritas que bradam proteger as minorias e os pobres, mas que enriquecem deitados na cama com banqueiros, ditadores e corruptos. Mas o povo entendeu, e deu o seu recado em um mar de brasilidade verde e amarela: o autointitulado ‘pai dos pobres’ — e uma mãe para os ricos — não vai mais segurar as rédeas da nação. Pelo menos se houver eleições limpas e justas.”

-Publicidade-

Gostou? Dê uma olhada no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 129 da Revista Oeste vai além do texto de Ana Paula Henkel. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de J.R. Guzzo, Augusto Nunes, Rodrigo Constantino, Guilherme Fiuza, Flavio Morgenstern, Salim Mattar, Roberto Motta, Ubiratan Jorge Iorio, Patricio de la Barra, Bruno Meyer, Dagomir Marquezi e Evaristo de Miranda.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Ana Paula tem toda razão ,o recado do povo está dado.Nao tem como jogar embaixo do tapete toda está multidão.Os enganadores estão expostos,O clube dos farsantes com seus motivos excusos não pode mais maquiar a verdade.Nao tentem mais enganar um povo consciente . Em uma democracia de verdade quem manda é o povo
    M

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.