‘Apenas prorrogação’, afirma Lula, sobre disputa no segundo turno

Petista diz estar confiante na vitória
-Publicidade-
Lula e Bolsonaro disputarão o segundo turno das eleições
Lula e Bolsonaro disputarão o segundo turno das eleições | Foto: Reprodução/YouTube

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse, na noite deste domingo, 2, que está confiante na vitória no segundo turno das eleições de 2022. O petista conquistou 48,20% dos votos, enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) obteve 43,38% da preferência do eleitorado.

“Durante todo esse período, estivemos na frente nas pesquisas”, salientou Lula. “Sempre achei que ganharíamos essas eleições. E quero dizer a vocês que vamos ganhar essas eleições. Para nós, é apenas uma prorrogação.”

-Publicidade-

Oeste nas eleições

Em parceria com o Programa 4 por 4, que conta com a apresentação do jornalista Luís Ernesto Lacombe e com os comentários de Augusto Nunes, Ana Paula Henkel e Rodrigo Constantino, Oeste acompanha minuto a minuto o resultado das eleições deste ano.

Além do próximo presidente da República, serão eleitos 27 governadores, 27 senadores, 513 deputados federais, 1.035 deputados estaduais e 24 deputados distritais.

Quais são os deveres do presidente da República?

O presidente é o chefe do Executivo federal. Ele tem como principal tarefa administrar os interesses da União. Entre outras coisas, seu dever é coordenar a política interna e externa e nomear os ministros do governo, do Supremo Tribunal Federal (STF) e das Cortes inferiores.

Cabe ao presidente elaborar o Orçamento e sancionar e promulgar leis aprovadas pelo Congresso Nacional — com a opção de veto total ou parcial de projetos de lei. Caso vetada, a proposta será encaminhada novamente ao Legislativo para nova análise. A decisão final será dos parlamentares.

O presidente também pode criar Medidas Provisórias — normas que têm força de lei e não precisam de aprovação do Parlamento para entrar em vigor. Contudo, precisam ser chanceladas pelos legisladores no prazo de 120 dias.

Quais são os deveres dos senadores?

O Brasil tem um sistema bicameral, ou seja, há duas casas legislativas para análise e proposição de normas: Câmara dos Deputados e Senado Federal.

As unidades da Federação podem escolher três representantes no Senado. Cada um dos escolhidos terá um mandato de oito anos e será eleito de forma majoritária — quem receber mais votos, vence a disputa. Os debates legislativos ocorrem no plenário ou nas comissões temáticas.

Além de fiscalizar o Executivo e instaurar Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs), os senadores também possuem a prerrogativa de aprovar ou impedir as nomeações do presidente para cargos como diplomata, procurador-geral da República (PGR) e ministro do STF.

Quais são os deveres dos deputados federais?

A Câmara dos Deputados, formada por 513 parlamentares, complementa o sistema bicameral brasileiro.

Cada Estado tem um determinado número de vagas, que varia conforme o tamanho da população. Eleitos no sistema proporcional, os deputados atuam na proposição e revisão da legislação nacional e fiscalizam o trabalho do Executivo.

Assim como no Senado, os debates legislativos ocorrem no plenário ou nas comissões temáticas. Os deputados têm como função debater, votar e fiscalizar o Orçamento da União. O presidente da Câmara tem autonomia suficiente para abrir um processo de impeachment contra o presidente da República.

Quais são os deveres dos deputados estaduais ou distritais?

Também eleitos de maneira proporcional, os deputados estaduais são os representantes do Legislativo nas unidades da Federação.

Os deputados estaduais podem propor leis, desde que não conflitem com as diretrizes ou com as próprias leis da Constituição Federal. Os debates nas assembleias também ocorrem no plenário ou nas comissões temáticas.

Assim como no âmbito federal, os deputados estaduais podem abrir processos de impeachment contra o governador em exercício, instalar CPIs e votar a aprovação do Orçamento estadual.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Saiu na coluna do Léo Dias: Globo quer que aumente a porcentagem de capital estrangeiro em sua empresas de comunicação. Disse que há um pedido na mesa do presidente que não foi assinado até hoje. Deve ser este o motivo de jogo sujo contra o presidente.

  2. é o horror dos horrores termos que conviver com as escolhas das regiões norte/nordeste… dai nós do sul/sudeste e centro oeste, temos que pagar as consequências destas escolhas totalmente infelizes.

  3. Todos os candidatos, em debates na TV, não deixaram a mentira do MENTIROSO prosseguir. Estavam errados? A Lava Jato errou?
    O que podemos perceber é o medo dos servidores públicos, devotos do estado inchado e que não se importam com o que isso signifique. Também percebemos a força do oligopólio do consórcio de imprensa, de banqueiros e empresários obcecados pelo lucro e encobertados por um bandido.
    “Apenas prorrogação”para o retorno do mensalão, Petrolāo, planilha da Odebrecht, etc?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.