Revista Oeste - Eleições 2022

Arthur Lira afirma que resultado eleitoral vai ser respeitado

Presidente da Câmara participou de evento com representantes dos três Poderes nesta sexta-feira, em São Paulo
-Publicidade-
Deputado Arthur Lira (PP-AL), em evento em São Paulo
Deputado Arthur Lira (PP-AL), em evento em São Paulo | Foto: Reprodução

Atual presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) afirmou nesta sexta-feira, 19, que o resultado das eleições deste ano vai ser respeitado, sem risco da turbulência institucional. O deputado federal defendeu a transparência no processo eleitoral.

Lira ressaltou ainda a necessidade de garantir os limites entre os Poderes para um maior equilíbrio nas relações políticas. O deputado ocupará a presidência da Câmara até março de 2023.

“O equilíbrio entre os Poderes está enraizado na Constituição. A arquitetura de Brasília preza por isso, e a Câmara e o Senado não à toa ficam no meio, para servir de ponte de equilíbrio, de reflexões”, afirmou.

-Publicidade-

O deputado alagoano participou nesta sexta-feira de evento promovido pelo grupo empresarial Esfera Brasil, junto com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, e o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira.

Ainda em sua participação, Arthur Lira defendeu a ideia de que são os partidos de centro que atuam para conter a radicalização política.

“Os partidos de centro são tão machucados. O partido do qual faço parte não achincalha, não exige, não faz o toma lá dá cá. O centrão trouxe as prerrogativas do Legislativo. O Legislativo volta para suas atribuições, inclusive orçamentárias, para ter altivez num governo de coalizão”, disse.

Durante o evento, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), destacou que cada Poder deve reconhecer seu papel constitucional sem interferir no papel do outro.

“E uma vez, o papel do Poder Legislativo é garantir à sociedade que no dia 1° de janeiro de 2023 será dada posse ao eleito pela vontade popular”, comentou o senador.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. “Atual presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) afirmou (…) que o resultado das eleições deste ano vai ser respeitado,(…). O deputado federal defendeu a transparência no processo eleitoral.”
    – Fosse eu, diria o seguinte: O resultado das eleições deste ano será respeitado, DESDE QUE haja transparência no processo eleitoral.
    Mas alguém aí teria condições de garantir que o “nobre” deputado diria algo assim? A mim, me parece lógico, óbvio até, que que qualquer cidadão em sã consciência defenderia a transparência no processo eleitoral, quem não defende isso, todos sabem ser o advogado do MST que foi alçado a um certo tribunal político federal.

  2. Eu não consigo entender esta “conversinha mole”! Todos podem questionar a recontagem dos votos. Sempre funcionou e inclusive o PSDB questionou e o resultado foi inconclusivo. Qual o motivo do Bolsonaro, ou, qualquer outro candidato quiser pedir esta recontagem????” Intimidação? Por qual motivo???

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.