Revista Oeste - Eleições 2022

Autodeclaração racial de ACM Neto como pardo agita eleição na Bahia

Ex-prefeito de Salvador vem lidando com contestações de adversários políticos em razão de registro no TSE
-Publicidade-
ACM Neto é favorito na eleição para o governo da Bahia
ACM Neto é favorito na eleição para o governo da Bahia | Foto: Valter Pontes/Prefeitura de Salvador

A autodeclaração do candidato ACM Neto (União Brasil) como pardo elevou a temperatura da disputa pelo governo da Bahia nos últimos dias. Favorito na eleição baiana, o ex-prefeito de Salvador incluiu sua identificação racial no registro de candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), motivando críticas de adversários.

O tema vem pautando as discussões entre eleitores do Estado nas redes sociais. No entanto, ACM Neto já havia se declarado como pardo em 2016, na eleição para a prefeitura de Salvador, no primeiro ano em que o registro racial se tornou obrigatório. Na oportunidade, o herdeiro político da família Magalhães não enfrentou contestações.

Líder nas pesquisas de intenção de voto, ACM Neto tem sido questionado sobre a questão, inclusive em entrevistas recentes à imprensa local.

-Publicidade-

“Eu me considero pardo. Você pode me colocar ao lado de uma pessoa branca, há uma diferença bem grande. Negro, não. Não diria isso, jamais”, afirmou o candidato, em entrevista à TV Bahia, em 12 de setembro.

Na mesma entrevista, ao ouvir que os pardos compõem a população negra, segundo critérios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o candidato reagiu: “Então o erro é do IBGE, não é meu. Simplesmente isso”.

Ao jornal Estado de S. Paulo, ACM Neto negou também que tenha passado recentemente por processo de bronzeamento artificial e disse que a polêmica foi gerada por “desespero dos adversários”.

Em um Estado em que 80% da população se declara como negra, a identificação de ACM Neto no TSE vem sendo explorada por eleitores de adversários. Nas últimas semanas, em paralelo com a polêmica racial, a candidatura de Jerônimo Rodrigues (PT) vem ganhando força em pesquisas de intenção de voto.

ACM Neto foi prefeito de Salvador por dois mandatos, entre 2013 e 2021, e representa uma das famílias mais tradicionais da política do Nordeste. Já Jerônimo Rodrigues é o candidato apoiado pelo atual governador da Bahia, Rui Costa (PT).

Representação na Justiça Eleitoral

A controvérsia sobre a autodeclaração racial de ACM Neto foi levada à Justiça Eleitoral, por meio de uma representação de Jorge X, candidato a deputado federal pelo Psol na Bahia.

ACN Neto, candidato ao governo da Bahia, junto com a vice da chapa, Ana Coelho | Foto: Reprodução/Redes sociais

O político do Psol argumenta que o ex-prefeito e a vice da sua chapa, Ana Coelho, cometeram crime de abuso de poder econômico ao se declararem pardos. Jorge X sustenta que ambos teriam vantagens financeiras em relação aos adversários, em razão do acesso às cotas partidárias para candidatos negros.

ACM Neto nega qualquer interesse financeiro com a autodeclaração. A vice Ana Coelho, por sua vez, decidiu retificar a declaração racial no TSE para branca.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.