Bolsonaro espera que institutos de pesquisas ‘não dobrem aposta’ no 2º turno

Na terça-feira 4, o Ministério da Justiça pediu investigação à Polícia Federal sobre erros nos resultados
-Publicidade-
Declarações foram dadas na manhã desta quarta-feira, 5, em solenidade no Palácio do Planalto, com o governador reeleito, Ibaneis Rocha | Foto: Reprodução/YouTube
Declarações foram dadas na manhã desta quarta-feira, 5, em solenidade no Palácio do Planalto, com o governador reeleito, Ibaneis Rocha | Foto: Reprodução/YouTube

Em pronunciamento na solenidade de formalização de apoio do governador eleito do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a criticar os erros dos institutos de pesquisas no primeiro turno das eleições.

No caso das eleições presidenciais, as pesquisas de véspera apontavam até 14 pontos porcentuais de vantagem de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre Bolsonaro. As urnas revelaram 5 pontos de diferença.

“Muitos votaram em quem estava na frente para não ter segundo turno, para botar um ponto final nas eleições, para não perder mais um domingo, segundo a ideia dessas pessoas. Arrastaram, sim, pessoas para lá”, afirmou Bolsonaro.

-Publicidade-

“Tanto é que, quando foi anunciado o segundo turno no domingo, o que aconteceu com nossa economia na segunda-feira? O dólar caiu demais, a bolsa subiu bastante, é uma demonstração de que estavam precificando o que apontavam os institutos de pesquisa, a volta do PT”, completou. Ele disse esperar que, no segundo turno, os institutos “não dobrem a aposta”. “A intenção é interferir na democracia. Isso é antidemocrático”, acrescentou Bolsonaro.

Lula terminou a eleição com 48,4% dos votos e Bolsonaro, com 43,2%. Na véspera, a pesquisa Datafolha apontava o petista com 50% e o presidente com 36%. O levantamento do Ipec mostrava o candidato do PT com 51% e o chefe do Executivo com 37%.

Ibaneis, ao lado de Bolsonaro, disse que os institutos de pesquisa no Brasil têm agido “contra a democracia e merecem, sim, ser investigados e punidos”.

Na terça-feira 4, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, informou ter encaminhado à Polícia Federal (PF) um pedido de abertura de inquérito para apurar a atuação dos institutos de pesquisas eleitorais. De acordo com o chefe da pasta, o pedido atende à representação recebida pelo ministério, que mostrou “condutas que, em tese, caracterizam a prática de crimes perpetrados” pelas empresas.

Deputados e um senador se mobilizam para criar uma CPI das Pesquisas.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários Ver comentários

  1. Os institutos de pesquisa não erraram, eles fizeram de proposito a pedido daqueles que encomendaram as pesquisas, eles praticaram fraude eleitoral enquanto os governistas somente desconfiavam das urnas.

  2. A explicação da chinesa do datafolha é ridícula. Dizer q erraram pq votos do ciro foram pra bolsonaro??? So pode estar de sacanagem, ciro e de esquerda, os votos q ele perdeu foram pro lulladrao pq as pesquisas diziam q ganharia no 1o turno. Qq criança sabe disso, menos essa imbecil e os ditos jornalistas da globo q a entrevistaram. Se nao fosse essa transferencia, lulladrao teria menos q 43% dos votos e o erro seria ainda maior. Alias erro nao, ja q foi tudo planejado, o que houve foi má fé mesmo.

  3. VC não quer…NÓS NÃO QUEREMOS…..
    mas VÃO DOBRAR SIM…É DO CARATER DELES POXAaaa!!

    SE NÃO HOUVER PUNIÇÃO …MULTAS PESADAS E CASSAÇÃO DE ATUAÇÃO NO PAÍS….os canalhas NÃO SE INTIMIDAM…

  4. O STF e o TSE estavam tão convictos que o Lula venceria no primeiro turno que solicitaram governos a reconhecerem imediatamente o resultado. Que vergonha, se fossem magistrados. Não são…

  5. Certos ‘institutos’ de pesquisa são um mal secundário. Danoso mesmo é o ex-presidiário, que está conseguindo desviar a atenção do próprio passado e das intenções futuras.

  6. Essa esperança do Bolsonaro não irá se concretizar, por dois simples motivos: O primeiro é que quem já está na chuva não se incomoda em se molhar e o segundo é que, perdido por um , perdido por mil, a tábua de salvação desses caras é a vitória do marginal Nove Dedos, então a probabilidade de se safarem é de 50%. Baseado nisso, acho que continuarão com suas pesquisas fajutas e criminosas “hasta la vitória compañero!”. Segundo eles, é claro.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.