Bolsonaro faz live depois de TSE negar recurso sobre transmissões de palácios

Presidente usou ambiente neutro e manteve mistério sobre local de onde transmitiu mensagem para os apoiadores no domingo
-Publicidade-
Jair Bolsonaro realizou transmissão para os apoiadores no domingo 25 de setembro
Jair Bolsonaro realizou transmissão para os apoiadores no domingo 25 de setembro | Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) realizou live nas redes sociais na noite de domingo 25, mesmo com a proibição do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para transmissões ligadas às eleições dentro dos palácios do Planalto e do Alvorada — local de trabalho e residência presidencial oficial, respectivamente.

No domingo, o ministro Benedito Gonçalves negou recurso da coligação de Bolsonaro a respeito das lives, mantendo a restrição. Mesmo assim, o presidente interagiu com apoiadores por meio das redes sociais, num cenário diferente do habitual, mas sem revelar de onde estava fazendo a transmissão.

“Será que o TSE sabe onde é que eu estou fazendo essa live? Escondido, como se eu fosse um cara das trevas. Será que ele está no Alvorada? Descumprindo ordem do TSE?”, afirmou Bolsonaro, em tom irônico. “A preocupação com a transparência vocês não têm, preocupação com a transparência eleitoral vocês não têm, zero”, acrescentou.

-Publicidade-

No sábado 24, o ministro Benedito Gonçalves proibiu o presidente de usar as transmissões ao vivo nos palácios do Planalto e da Alvorada para promover sua candidatura ou de políticos aliados. A multa por descumprimento é de R$ 20 mil por ato.

O ministro do TSE ainda determinou que o YouTube, o Instagram e o Facebook removam postagens de lives do presidente com conteúdo considerado eleitoral.

A decisão foi tomada a partir de pedido do PDT, partido do presidenciável Ciro Gomes. Na decisão, o ministro Benedito Gonçalves também afirmou que os elementos apresentados no processo são “suficientes” para concluir que o acesso a bens públicos assegurados ao presidente da República foram usados “em proveito de sua campanha e de candidatos por ele apoiados”.

Há duas semanas, Bolsonaro anunciou que passaria a fazer uma live diária até o dia da eleição, com intenção de divulgar candidaturas de aliados pelo país. Geralmente as transmissões do presidente começam às 19 horas de Brasília.

A decisão deverá ser analisado pelo plenário do TSE.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.