Debate sem Lula mostra que petista não fez falta

Ausência do candidato petista foi fortemente criticada pelos adversários, que uniram forças em discursos de ataques ao petista
-Publicidade-
Crédito: Campanha Simone Tebet
Crédito: Campanha Simone Tebet

O debate entre os candidatos à Presidência da República realizado neste sábado, 24, pelo Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) em parceria com Estadão/Rádio Eldorado, CNN Brasil, VejaTerra e Novabrasil FM mostrou que a ausência do candidato do PT à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, não fez falta.

Ciro Gomes, candidato do PDT, Felipe D’Ávila (Novo), Soraya Thronicke (União Brasil), Simone Tebet (MDB) e o presidente da República e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL), além do Padre Kelmon (PTB), que substituiu Roberto Jefferson na disputa, estiveram no encontro. Lula, por sua vez, esteve em um comício em São Paulo no mesmo horário em que o debate estava sendo realizado.

Seu púlpito no debate ficou vazio. O mediador do encontro, o jornalista Carlos Nascimento, relembrou durante vários momentos que o candidato petista foi convidado, mas não compareceu ao encontro.

-Publicidade-

A ausência do candidato petista foi fortemente criticada pelos adversários, que uniram forças em discursos de ataques ao petista.  Jair Bolsonaro lembrou que foi “massacrado” em 2018 por ter faltado ao encontro. No último debate de 2018, Bolsonaro estava internado após levar uma facada.

“Quando eu não compareci em 2018, eu estava hospitalizado, o PT me massacrou. Agora pelo o que eu sei, o Lula que segundo DataFolha está na casa dos 40%, não consegue ir às ruas e foge do debate. Posso entender que eles não tem propostas e não consegue se defender de oito anos dele mais seis de Dilma onde o Brasil foi mergulhado no maior escândalo de corrupção da humanidade. Então, é lamentável”, afirmou Bolsonaro.

Soraya Thronicke comparou a ausência de Lula a de um candidato em busca de emprego, que não comparece à entrevista.

“Você contrataria um candidato que não veio para a entrevista de emprego”, questionou a candidata aos eleitores durante o encontro.

Penúltimo debate realizado entre os candidatos à Presidência da República, o debate do SBT foi o único realizado em um sábado. Ainda assim, a audiência do encontro ficou muito abaixo da média registrada no mesmo horário em outras emissoras de televisão aberta. O debate deste sábado registrou média de 2,8 pontos de audiência, bem abaixo do registrado no debate na Band com os candidatos à Presidência da República , que teve média de 13,3 pontos de audiência.

Conforme noticiou OesteLula foi o único que decidiu não participar do debate. O petista havia dito que, em virtude da demora na confirmação do evento, decidiu marcar comícios em São Paulo e no Rio de Janeiro. O SBT, por sua vez, emitiu uma nota para rebater essa ideia.

“Diferentemente do que foi declarado pelo candidato, a formação do pool deu-se antes mesmo da sugestão feita por sua campanha, com a parceria firmada originalmente entre SBT, Veja, Novabrasil e Estadão/Eldorado, ainda em março deste ano”, informou.

Perseguição na Nicarágua no debate

Jair Bolsonaro (PL) e o candidato do PTB à Presidência da República, Padre Kelmon, fizeram uma dobradinha neste sábado, 24, durante o debate com os candidatos à Presidência, contra a situação instituída na Nicarágua. O país vive uma ditadura sob o comando de Daniel Ortega, que é aliado de Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT.

O tema entrou no debate em pergunta feita por Bolsonaro diretamente ao padre, que substituiu Roberto Jefferson na disputa eleitoral. Bolsonaro aproveitou o debate para reforçar a posição que defendeu na Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), na última semana.

Ativismo do Supremo foi alvo dos candidatos

“Está na hora de enquadrar o Supremo Tribunal Federal”, disse Felipe d’Avila, candidato à Presidência pelo Novo, durante debate presidencial realizado neste sábado, 24, no SBT. “O Supremo foi responsável por soltar Lula da Silva e deixar que um criminoso possa ser candidato à Presidência da República.”

Segundo d’Avila, o petista é “um criminoso que desrespeita o povo brasileiro”. “Não só pelos crimes de corrupção que cometeu, mas por não comparecer ao debate e defender suas ideias”, ressaltou. “Chega de Lula. Chega desse Barrabás, que vem assaltando a nação brasileira.”

O candidato do Novo disse também que o Poder Judiciário “precisa voltar a cumprir” seus deveres constitucionais. “Chegou a hora de enfrentar o corporativismo no Brasil”, salientou, ao lembrar que o Judiciário brasileiro é um dos mais caros do mundo. “O Brasil precisa ter um Judiciário que volte a cumprir seu papel de Corte constitucional, que não viole as liberdades individuais dos brasileiros. A segurança do Estado não pode estar acima da segurança do indivíduo.”

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

11 comentários Ver comentários

  1. Acho que se tiver algum culpado são esses desprovidos da massa cinzenta que acreditam em um bandidode um indivíduo oriundo do nada que nunca conseguiu construí nada de bom,
    O Brasil encontra-se no corredor da morte por culpa dessa massa ordinária e covarde que apoiam esse monstro

  2. Estamos convictos da vitória do Presidente Bolsonaro no primeiro turno. O sr Lula da Silva que volte para aprisão de onde nunca deveria ter saido. Saiu apenas por uma “babação de saco” do sr Edson Fachin, um idiota malandro!

  3. Sinceramente, eu ascho que este tipo de debate já passou da hora de acabar. Perguntas que são impossíveis de responder no tempo disponível e que não levam a nada. Já que os os temas sao impossiveis de serem respondidos, os organizadores ficam apenas que haja troca de acusações e bate boca entre os candidatos.
    Duvido que alguém ali tenha entendidocom clareza qual a proposta de qualquer candidato.

  4. O Fabio Wajngarten está sugerindo uma SUPER LIVE para concorrer com o debate na Grobe. Eu gostei. 😎

    No formato PODCAST apresentando os candidatos ao senado/governos estaduais, fazendo um rodízio entre eles durante a live. Acho que inovaria mais uma vez.
    O corregedor do Ladrão vai curtir.👍❤

    Deixa o Cangaceiro bater no Ladrão sozinho.😁

  5. EU SOU ASSSINANTE DA REVISTA OESTE, E DIGO QUANTAS VEZES EU QUISEER, sou fã de todo os jornalistas dessa revista, mas não ac restrições

  6. Como sempre, todo bandido foge do local do crime… o maio ladrão do erário público que o mundo já viu, o canalha do Luiz Inácio Lula da Silva, vulgo ladrão, como não tem proposta efic

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.