Revista Oeste - Eleições 2022

Deputado petista quer suspender porte de arma durante dias de eleição

Alencar Santana (SP) fala em 'elevado risco' aos eleitores no pedido feito ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
-Publicidade-
TSE deve analisar pedido para suspender porte nos dias de votações
TSE deve analisar pedido para suspender porte nos dias de votações | Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

O deputado federal Alencar Santana (PT-SP) levou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um pedido para suspender o porte de arma durante o primeiro e o segundo turno das eleições, em 2 e 30 de outubro, respectivamente.

No pedido, o deputado Santana fala em “elevado risco” aos eleitores e cita que o porte de arma nas sessões eleitorais só deve ser “permitido aos membros das Forças de Segurança, que estejam no efetivo exercício da atividade policial ou de segurança”.

“Num momento em que se agudizam as ameaças e os ataques da turba ensandecida, incentivadas e estimuladas pelo canto do aboio que desde o início do atual mandato presidencial se faz presente, como expressão de ódio, intolerância e incapacidade de convivência democrática”, argumenta o parlamentar.

-Publicidade-

Além de Santana, o documento foi assinado por outros oito deputados, do PT, PC do B, PDT, Rede, PSB e PV. A expectativa é  que a solicitação seja avaliada nos próximos dias pelo TSE.

As Forças Armadas estão escaladas para colaborar na operação de segurança e logística das eleições. Nas eleições de 2018, os militares atuaram em 598 localidades, sendo em 513 municípios no primeiro turno e em 357 no segundo. De acordo com o Ministério da Defesa, pelo menos 28 mil oficiais foram destacados na oportunidade.

Leia também: “O direito às armas”, reportagem de Bruno Freitas, Flavio Morgenstern e Iara Lemos na Edição 125 da Revista Oeste.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

15 comentários Ver comentários

  1. Quer desarmar a população de bem . Quem põe em risco o cidadão é o crime organizado, da qual os petralhas tem forte conexão. De 2003 em diante PCC e CV cresceram assustadoramente, pois seus amiguinhos do STF sempre soltam seus líderes , arrumam argumentos e brechas na lei. Infelizmente a tendência é piorar muito com o luladrao no poder.

  2. Nossas “colinhas” estão sendo preparadas com esmero neste ano. Deus acima de todos, e a classe média que a esquerda não tolera UNIDA, analisando detidamente todas as situações para que partidos de Kassab não nos ofereça novamente Rodrigo Pacheco, por exemplo.
    Alcolumbre, Botafogo, Azis e um bando de vagabundos impatrióticos irão prá casa descansar um pouco de política. E hoje, não tem mais cabide de emprego em estatal.
    kkkkkk
    O RuiM Costa, UM CERTO BOSTA, essa tranqueirada toda que só atrapalha o desenvolvimento do País vai se foder prá lá.
    É muita gente que não sai agora como a gazela saltitante, o Pacheco, mas que estarão na mira doravante. O povão, a classe média detestada por essa corja, aprendeu a gostar de política.
    SEM DISCURSO DE ÓDIO, vamos a um exemplo: cite o nome de 5 togados, e somente 3 da seleção brasileira que disputará a copa do mundo deste ano!!!
    O cara te recita o nome dos 7 que precisam sumir do STF, mas certamente citará apenas o nome do Neymar, o craque bolsonarista.

  3. O medo dos petralhas é de tomarem uma surra nas urnas, não nas ruas. O baile vai começar nas eleições para cargos legislativos. Na remota hipótese de Lula ser eleito, terá um Congresso de centro-direita contra seu governo.

  4. Coincidências?????? Pq só os partidos da esquerdalha que “temem” o porte de armas durante o período eleitoral, claro o cidadão de bem fica mais a mercê da bandidagem, e por tabela seus protegidos não correm o risco de tomar um balaço na fuça durante assaltos a pedestres, motoristas de aplicativos, estudantes com celulares, afinal depois só vão tomar uma cervejinha no bar como disse o 9 dedos.

  5. É somente a eles, os sinistros, é que será permitido cometer atos violentos, enquanto que a dextra, esta, não poderá se defender. O intento é claro: o massacre em massa da direita. Da mesma forma que fizeram com o presidente em 2018, agora irão querer repetir o episódio de forma coletiva.

  6. Lula deve desistir do pleito ainda antes do final do mês.
    O problema da candidatura de lula não decolar, é que mesmo o cidadão não vendo Bolsonaro como um cara simpático, mesmo um cidadão que tem bronca com as FFAA, enxerga atrás do ladrão gente que soltou o bandido da cadeia e detestamos.
    Vê atrás dele essa Gleise, a gazela saltitante, toda a gang asquerosa do psol e do pt.
    Vê atrás dele a CPI do circo.
    Vê atrás desse incompetente comunista gente que comprou respiradores em loja de vinhos, e recebeu vinhos.
    Gente que não pensa no pobre, apenas em poder.
    Gente impatriótica que pisa na bandeira de sua pátria. Artistas nebulosos que enganaram o povo a vida inteira. Eu mesmo já paguei show péssimo de chico no canecão, mas não sabia que esse crápula tem salário mensal porque foi ofendido pela democracia de 1.964. Já estive no Teatro da Marieta no Cajú pagando caro, e a aborrecida junto com a Beltrão, tinham incentivo da lei Rouanet.
    Gente que não aceita a sacanagem intitulada Teatro das Tesouras.
    Gente que não gosta de lembrar Eduardo Paes recomendando ao ladrão, que deveria comprar coisa melhor que o sítio de Atibaia, com o dinheiro que roubam!!!
    Gente que lembra de cumpanheiros com dinheiro na cueca.
    Gente que não suporta saber que o Geddel Vieira Lima adora o luladrão.
    É por isso e mais uma carreata de processos, por uma quantidade enorme de motivos, que esse bandido é execrado pela população brasileira de berm.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.