Em carta a evangélicos, Lula recua e agora diz ser contra o aborto

Para candidato, trata-se de um assunto do Congresso Nacional

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Ex-presidente Lula | Foto: Reprodução/Redes sociais
Ex-presidente Lula | Foto: Reprodução/Redes sociais

A campanha de Lula divulgou uma carta aos evangélicos, em um hotel na cidade de São Paulo, nesta quarta-feira, 19. No documento, o ex-presidente se compromete com a liberdade religiosa e diz ser, pessoalmente, contra o aborto. “Trata-se de um tema a ser decidido pelo Congresso Nacional”, observou.

“Nosso projeto de governo tem compromisso com a vida plena em todas as suas fases”, garantiu o petista. “Para mim, a vida é sagrada, obra das mãos do Criador, e meu compromisso sempre foi e será com sua proteção.”

A elaboração da carta contou com a articulação da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), que é da Igreja Assembleia de Deus.

-Publicidade-

No início deste ano, durante uma palestra na Fundação Perseu Abramo, em São Paulo, Lula deu uma declaração pró-aborto: “Mulheres pobres morrem tentando abortar, enquanto madames vão a Paris”.

“No Brasil não faz aborto porque é proibido, quando deveria ser transformado numa questão de saúde pública, e todo mundo ter direito e não ter vergonha”, disse Lula. “Eu não quero ter um filho, eu vou cuidar de não ter meu filho, vou discutir com meu parceiro. O que não dá é a lei exigir que cuide.”

Carta de Lula cita aborto e liberdade religiosa

Meus amigos e minhas amigas, nesta reta final do segundo turno, decidi escrever esta Carta Pública ao Povo Evangélico.

A grande maioria dos brasileiros e brasileiras que viveram os oito anos em que fui Presidente da República, sabe que mantive o mais absoluto respeito pelas liberdades coletivas e individuais, particularmente pela Liberdade Religiosa.

Como todos devem se lembrar, no período de meu governo, tivemos a honra de assinar leis e decretos que reforçaram a plena liberdade religiosa. Destaco a Reforma do Código Civil assegurando a Liberdade Religiosa no Brasil, o Decreto que criou o dia dedicado à Marcha para Jesus e ainda o Dia Nacional dos Evangélicos.

Mantenho o mesmo respeito e o mesmo compromisso que me motivou a apoiar essas conquistas do povo evangélico.

E o nosso povo sabe também que cuidei, com especial carinho, dos mais pobres e injustiçados e assim, sob as Bênçãos de Deus, meu governo contribuiu para melhorar a vida de milhões de famílias brasileiras. Sempre penso, neste sentido, no trecho bíblico que diz: “a verdadeira religião é cuidar dos órfãos e das viúvas em suas dificuldades…” (Tiago, 1,27)

Vivemos, entretanto, um período em que mentiras passaram a ser usadas intensamente com o objetivo de provocar medo nas pessoas de boa fé, e afastá-las do apoio a uma Candidatura que justamente mais as defende. Por isso senti a necessidade de reafirmar meu compromisso com a liberdade de culto e de religião em nosso País.

Todos sabem que nunca houve qualquer risco ao funcionamento das Igrejas enquanto fui Presidente. Pelo contrário! Com a prosperidade que ajudamos a construir, foi no nosso Governo que as Igrejas mais cresceram, principalmente as Evangélicas, sem qualquer impedimento e até tiveram condições de enviar missionários para outros países.

Não há por que acreditar que agora seria diferente. Posso lhes assegurar, portanto, que meu Governo não adotará quaisquer atitudes que firam a liberdade de Culto e de Pregação ou criem obstáculos ao livre funcionamento dos Templos.

Envio-lhes esta mensagem, portanto, em respeito à Verdade e ao apreço que tenho a esse Povo crente no Verdadeiro Deus da Misericórdia e a seus dedicados pastores e pastoras.

Se Deus e o povo brasileiro permitirem que eu seja eleito, além de manter esses direitos, vou estimular sempre mais a parceria com as Igrejas no cuidado com a vida das pessoas e das famílias brasileiras.

Sei muito bem que em todas as regiões do Brasil há Igrejas com Irmãos e Irmãs que trabalham ativamente nas suas comunidades com a propagação do Evangelho e com o cuidado do povo, dedicando-se a tornar mais leve os fardos espiritual e social de milhões de pessoas.

Declaro meu respeito e minha admiração pela fé, dedicação e amor com que os evangélicos realizam sua missão, seja na área da difusão do evangelho, seja na área da assistência social, proteção da infância, da juventude, das mulheres, dos idosos e das pessoas com deficiência. Da mesma forma é bem-vinda a participação de Evangélicos nas diversas formas de participação social no Governo, como Conselhos Setoriais e Conferências Públicas.

Em meio a este triste escândalo do uso da Fé para fins eleitorais, assumo com vocês este compromisso: meu Governo jamais vai usar símbolos de sua Fé para fins político-partidários, respeitando as leis e as tradições que separam o Estado da Igreja, para que não haja interferência política na prática da Fé.

Esse é um ensinamento que a própria Bíblia nos dá: andar pelo caminho da Paz com todos. Jesus nos mostra que a casa dividida não prospera. A religião é para ser respeitada e vivida de acordo com a livre escolha de cada pessoa.

Portanto, a tentativa de uso político da fé para dividir os brasileiros não ajuda ninguém, nem ao Estado, nem às igrejas, porque afasta as Pessoas da mensagem do Evangelho. Jesus Cristo nos ensinou Liberdade e paz, respeito e união, disso precisamos. E os cristãos evangélicos têm dado mostras, ao longo da História, de seu compromisso com a paz, seguindo o que Jesus ensinou: “Dai a César o que é de César, dai a Deus o que é de Deus” (Mateus, 22,21).

Outro compromisso que assumo: fortalecer as famílias para que os nossos jovens sejam mantidos longe das drogas. Nós queremos nossa Juventude na escola, na iniciação profissional, realizando atividades esportivas e culturais para que tenham mais oportunidades e exerçam cidadania de forma produtiva, saudável e plena.

O respeito à família sempre foi um valor central na minha vida, que se reflete no profundo amor que dedico à minha esposa, aos meus filhos e netos. Por isso compreendo o lugar central que a família ocupa na fé cristã.

Também entendo que o lar e a orientação dos pais são fundamentais na educação de seus filhos, cabendo à escola apoiá-los dialogando e respeitando os valores das famílias, sem a interferência do Estado.

A preocupação com as Famílias Brasileiras deve ser integral. O povo brasileiro está numa condição de desespero, e precisaremos muito da ajuda das Igrejas para, o quanto antes, reverter esta situação. De nada adianta se dizer defensor da Família e ao mesmo tempo destruí-las pela miséria, pelo desemprego, pelo corte das políticas sociais e de moradia popular.

Queremos dar às famílias, prosperidade e segurança. O Lar é a garantia de proteção. É inaceitável que milhões de brasileiros e brasileiras não tenham um teto. Por isso, vamos retomar o vitorioso programa Minha Casa Minha Vida, com toda intensidade, para que todas as Famílias brasileiras tenham uma casa onde possam viver com segurança e dignidade.

Nosso governo implementará políticas públicas consistentes para que nenhuma família brasileira enfrente o flagelo da fome. Sobretudo, não pouparei esforços para que possam adquirir os necessários e suficientes meios, para viver dignamente por seu trabalho, sem ter que depender da ajuda do Estado.

Nosso Projeto de Governo tem compromisso com a Vida plena em todas as suas fases. Para mim a vida é sagrada, obra das mãos do Criador e meu compromisso sempre foi e será com sua proteção. Sou pessoalmente contra o aborto e lembro a todos e todas que este não é um tema a ser decidido pelo Presidente da República e sim pelo Congresso Nacional.

Meus Queridos e Minhas Queridas, peço que recebam essas palavras como uma demonstração de meu desejo sincero de servir, de ajudar e trabalhar pelo bem de nosso país. E estejam certos de minha estima e meu compromisso com todo o povo cristão de nosso país. Reitero meu compromisso, que é o mesmo de vocês: paz, união e fraternidade entre todos os brasileiros e brasileiras.

Com as bênçãos de Deus, haveremos de honrar nossa dupla condição, de cidadãos e cristãos, pois não há contradição entre elas quando o propósito é servir, buscando a paz e o entendimento. E digo tudo isso com muito amor pelo nosso querido Brasil e pelo Povo Brasileiro: “Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes Amor uns pelos outros!” (João,13,35).”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

35 comentários Ver comentários

  1. COMO UM SER HUMANO CHAMADO DE LULA PODE SER TAO HIPÓCRITA, FALSO, MENTIROSO, OPORTUNISTA, SÍNICO, VENDENDO SUA CERTEZA CONFORME A OFERTA E RISCO DE VITORIA…
    V E R G O N H A …

  2. Não é necessário escrever uma Bíblia ao povo evangélico.
    O que o senhor tem a dizer sobre sua corrupção?
    O que o senhor tem a dizer sobre as palestras dadas pelo senhor entre as palestras mais caras do mundo? Por que essas palestras cessaram quando tudo foi descoberto na lava jato? Por que o senhor se comparou a Jesus e a Deus para justificar seus erros?
    João 8:44 :
    Vocês pertencem ao pai de vocês, o Diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira.

    1. Não foi isso o que se ouviu da boca dele durante a campanha no primeiro turno das eleições: “aborto é casa de saúde pública”; “nem Deus tira de mim essas eleições”, além de ter apoiado publicamente aquele vereador curitibano que invadiu um templo religioso em Curitiba. Contradições que não encontram guarida nessa carta, que nos faz lembrar a famosa “Carta aos brasileiros”, de 2002, artimanha utilizada para ganhar o pleito, apenas.

  3. Pilantragem né, misericórdia, esse cara é psicopata, se povo evangélico cair nessa, pode esperar uma Nicarágua em pouco tempo. Rezemos 🙏

  4. O PT comemorou em carta quando a Argentina legalizou o aborto esse Lula é lobo em pele de cordeiro ,sou evangélica e ele não me engana ,se a Bíblia diz que até Satanás se transforma em anjo de luz para enganar imagine os seus servos

  5. Palavras ao vento não comprovam a sinceridade do emitente. O maior ladrão de nossa história não é pessoa confiável e já demonstrou que sob um verniz oportunista de democrata há o cerne de um ditador empedernido. Só convence aos já convertidos e aos otários de ocasião.

  6. Hipócrita,canalha e enganador.
    Sempre foi inteligente no que diz manipular pessoas e segmentos da sociedade frágeis no senso crítico, na capacidade de pensar e analisar cenários políticos e condições econômicas.
    Somente Evangélicos que se enquadram nessa condição que se deixaria levar por palavras e textos carregados de demagogia, alguns por ignorância e falta de instrução, outros por pura canalhice e falta de caráter.

  7. esse Demônio esgoto em decomposição – está mentindo – ele segue o pai dele Lúcifer…o pai da mentira……velho vagabundo e Ladrão – Canalha !!!!!!!

  8. Ele mente que nem sente. Aliás, afirmou ontem no Flow que é preciso mentir. Fala em liberdade de culto religioso, mas como explica a invasão de igrejas como a de Joinville?
    Este “Democrata” falar em Jesus Cristo parece piada de mau gosto.

  9. Tendo em vista o grau de debilidade mental do eleitor médio brasileiro, não duvido que uma estratégia dessas para pegar trouxas, consiga angariar alguns milhares de votos, principalmente no nordeste.

  10. Muito linda a carta que a Senhora Deputada do Cidadania escreveu, quem dera fosse realmente os pensamentos e desejo do Candidato da Esquerda que seu partido apoia, e ela como Cristã acredita que ele também pensa dessa forma, as pessoas tem que entender que não mudamos a essência das pessoas, elas são como são, e ponto final, querer virar Santo somente para ganhar votos em uma eleição é muita hipocrisia.

  11. Acreditar que foi ele quem escreveu a carta é uma insanidade, após que teve dificuldade até para apor a impressão digital de seu polegar na carta.

  12. Perguntamos aos candidatos ao governo de São Paulo como acabar com a Cracolândia, reduto de viciados no centro da capital paulista. Veja o que eles responderam:

    *Fernando Haddad (PT):* Essa população de viciados não pode ficar na rua, vamos alugar apartamentos para eles morarem no centro de São Paulo e lhes dar algum dinheiro para comprarem comida.

    *Tarcísio de Freitas (Republicanos):* É necessario promover o acolhimento para reinserção social, com desintoxicação, capacitação, geração de trabalho e renda. Melhorar as condições das comunidades terapêuticas, com proximidade à natureza. Criar “portas de saída” como programas de inserção de pessoas em situação de rua, ex-dependentes e egressos do sistema prisional no mercado de trabalho formal, principalmente em empresas parceiras e em obras contratadas e/ou concedidas pelo Estado.

    https://revistaoeste.com/politica/eleicoes-2022/cracolandia-o-que-dizem-os-programas-dos-candidatos-ao-governo-de-sp/

  13. Carta de Luladrão à Revista Oeste:

    A todof of vornaliftaf da Revifta Oefte: eu goftaria de divêr que eu nun têiu língua prêva, que iffo é túdu mintira. Goftaria também de divêr que eu fô inofênti, não robêi a Petrobráif, nem a Eletrobráif, nem o BNDEF, nem o fítio de Atibaia, nem o tripéks do Guarujá, nem o apatamêntu de Fão Benádo, nem o Inftituto Lula, nem a conta na Fuífa (na Zoropa). Iffo túdu é facanávi duf meuf amígu currúptu, eu num fabía de nada diffo. É facanávi também do Férfio Môru, aqueli fuíf fiadaputa de Curitiba, onde fiquei doif ânuf prêvo naquêli frio abfurdo abafo di féro. Agora que o Effeteéfi (STF) mi foltô, eu fou inofênti e nun dêvo maif nada, péffo os vótuf di tôdof of leitôref da Revifta Oefte. Maf fi não quifé votá nimim, então fai tomá nukú tudumundu, feuf fafifta du caraio. Pusquê eu nuquéru fóto de niguêim, eu quero é diêro dufêif, bando de trôfa. Bêjo no coraffaum dufêif, e fai Curíntia !!!

  14. Lula ao declarar-se contra o aborto só fez acrescentar a mentira ao pecado do assassinato. Na cabeça do esquerdista, o evangélico não passa de um idiota (é o que eles pensam). Será que alguém ainda acredita nessas lorotas desse Pedro Malazarte de quinta categoria?

  15. Ainda em Agosto, após uma entrevista do Lula para o Jornal Extra e Radio Globo (RJ), onde ele disse que “o Brasil precisa normatizar o uso da maconha e fazer dinheiro com o imposto cobrado sobre a comercialização”…ele, Lula, recebeu uma saraivada de cala boca burro, cretino, marginal, narcotraficante, etc. Os adjetivos recebidos, óbvio, são mais que verdadeiros. Aquela altura eu já dizia: Deixem-no falar. Ele próprio iria ser o maior cabo eleitoral do Bolsonaro. E assim tem sido. Portanto, repito: Deixem-no falar…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.