Revista Oeste - Eleições 2022

Lula e Janja assinam carta contra Bolsonaro

Hoje, a leitura da primeira carta pela 'democracia' completa 45 anos
-Publicidade-
Lula discursa com auxílio da mulher Janja em Salvador | Foto: Reprodução/YouTube
Lula discursa com auxílio da mulher Janja em Salvador | Foto: Reprodução/YouTube

O ex-presidente Lula (PT), candidato à Presidência da República, e sua mulher, Janja, socióloga, assinaram nesta segunda-feira, 8, uma carta contra o presidente Jair Bolsonaro (PL). Trata-se do manifesto pela “democracia” feito pela Faculdade de Direito da USP.

A carta aberta ao público já possui quase 800 mil assinaturas. O objetivo do documento é reagir às inseguranças de Bolsonaro com as urnas eletrônicas. Durante uma reunião com embaixadores, o presidente interpelou a segurança do processo de voto e manifestou preocupação com a transparência das eleições.

Outros candidatos à Presidência, como Ciro Gomes (PDT), Simone Tebet (MDB), Felipe D’Ávila e o vice de Lula, Geraldo Alckmin (PSB), também assinaram o manifesto. Além disso, os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) aderiram à carta.

-Publicidade-

Anteriormente, Lula tinha hesitado em assinar o texto, por receio que sua adesão fosse vista como eleitoreira ou enviesada. A questão vinha sendo discutida com os líderes da campanha do petista. No entanto, a adesão dos demais candidatos ao documento fez com que o ex-presidente também assinasse.

A carta da USP

Hoje, a leitura da primeira carta pela “democracia” completa 45 anos. Na época, o professor Goffredo Telles Júnior apresentou o documento contra a ditadura militar e o sufocamento das liberdades. Diversas pessoas assinaram. Agora, o novo manifesto vai ser lido na quinta-feira 11 no Largo de São Francisco, USP.

Em 28 de julho deste ano, Bolsonaro afirmou que não precisa de “cartinha” para demonstrar sua defesa à democracia e respeito à Constituição. A declaração foi proferida durante encontro do Progressistas (PP), que manifestou apoio à reeleição do chefe do Executivo.

O texto é assinado por juristas, ministros e eméritos do Supremo Tribunal Federal (STF), professores universitários, membros dos Tribunais de Contas e do Ministério Público, empresários, banqueiros, artistas, líderes políticos, entre outros.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

27 comentários Ver comentários

  1. democracia? como o lula pode falar em democracia se quer censurar a midia? como quer falar em democracia se apoia os paises ditatoriais? apoia maduro cujo país está passando por uma fome terrivel. Argentina caindo aos pedaços.
    Como pode falar em democracia e se diz inocente depois de ter passado por varias instancias? lula = pt =credibilidade ZERO!!!!!!

  2. O ex-presidiário e dono de organização criminosa (PT) assinou a tal carta pela democracia? Que “queimada de filme”!!! Muita gente medíocre e adoradora de bandidos temos no País.

  3. Decadência moral e intelectual em uma imagem.

    Não é toa que a faculdade de direito da USP não é mais referência nacional.

    Quem aceita receber os porcos não pode reclamar da fama do chiqueiro.

  4. LULA é somente um corrupto, ladrão e ex-condenado pela justiça brasileira. Sequer poderia estar disputando eleição para presidente da república.

  5. A carta é aberta, não? Se não apoia as democracias cubana, venezuelana ou argentina, JB também devia assiná-la. Por que não? Ele não tem ato algum contra a democracia.

  6. Quem assinava a nota de culpa em inquéritos não tem moral para assinar cartinhas escritas por pessoas que estudaram.

    E essa figura do lado dele, entrou em um avião algumas vezes e virou esposa de ladrão.

  7. Aaaaaaaaaah, que “surpresa”!🤡
    E agora delegados da PC e procuradores, como ficam a cara de vocês?🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.