Moraes investiga vazamento da quebra de sigilo do assessor de Bolsonaro

Ontem, o presidente fez uma live e disse que o magistrado 'ultrapassou todos os limites'
-Publicidade-
Magistrado ainda destacou que o delegado Fabio Shor, responsável pela investigação, deve esclarecer informações
Magistrado ainda destacou que o delegado Fabio Shor, responsável pela investigação, deve esclarecer informações | Foto: Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasi

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quarta-feira, 28, a abertura de uma investigação sobre o vazamento de informações da quebra de sigilo bancário do tenente-coronel Mauro Cesar Barbosa Cid, assessor do presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL).

Em sua decisão, Moraes faz menção ao jornal Folha de S.Paulo, sobre a Polícia Federal ter encontrado elementos no telefone do assessor que poderiam levantar suspeitas sobre transações financeiras feitas no gabinete do presidente.

O magistrado ainda destacou que o delegado Fabio Shor, responsável pela investigação, deve esclarecer informações sobre os “fatos noticiados, notadamente no que diz respeito ao acesso, no âmbito policial, às decisões proferidas nos autos e aos relatórios produzidos”. Além disso, Shor deve enviar ao Supremo os nomes de todos os policiais federais que têm acesso e conhecimento sobre os “assuntos investigados”.

-Publicidade-

Moraes também determinou que sejam entregues informações sobre a comunicação das decisões feitas à Procuradoria-Geral da República (PGR). Conforme a Folha, a procuradoria foi contra a quebra do sigilo do assessor de Bolsonaro. No entanto, Moraes prosseguiu com o pedido feito pela PF. A investigação deve ser conduzida pelo juiz Airton Vieira, instrutor do gabinete do magistrado.

Moraes ‘ultrapassou todos os limites’

Na terça-feira 27, Bolsonaro criticou Alexandre de Moraes, atribuindo ao ministro uma investigação da PF sobre transações financeiras que envolvem a primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

As declarações do presidente Bolsonaro em referência à primeira-dama, Michelle, aconteceram durante uma live para apoiadores, por meio das redes sociais. Na transmissão, o chefe do Executivo usou uma camiseta com a mensagem “Bolsochelle”.

“Você mexer comigo é uma coisa. Você mexer com a minha esposa, você ultrapassou todos os limites, Alexandre de Moraes. Está pensando o que da vida, que pode tudo? Que pode me prender com uma canetada?”, disse Bolsonaro, na live.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

25 comentários Ver comentários

  1. Carta de Luladrão à Revista Oeste:

    A todof of vornaliftaf da Revifta Oefte: eu goftaria de divêr que eu nun têiu língua prêva, que iffo é túdu mintira. Goftaria também de divêr que eu fô inofênti, não robêi a Petrobráif, nem a Eletrobráif, nem o BNDEF, nem o fítio de Atibaia, nem o tripéks do Guarujá, nem o apatamêntu de Fão Benádo, nem o Inftituto Lula, nem a conta na Fuífa (na Zoropa). Iffo túdu é facanávi duf meuf amígu currúptu, eu num fabía de nada diffo. É facanávi também do Férfio Môru, aqueli fuíf fiadaputa de Curitiba, onde fiquei doif ânuf prêvo naquêli frio abfurdo abafo di féro. Agora que o Effeteéfi (STF) mi foltô, eu fou inofênti e nun dêvo maif nada, péffo os vótuf di tôdof of leitôref da Revifta Oefte. Maf fi não quifé votá nimim, então fai tomá nukú tudumundu, feuf fafifta du caraio. Pusquê eu nuquéru fóto de niguêim, eu quero é diêro dufêif, bando de trôfa. Bêjo no coraffaum dufêif, e fai Curíntia !!!

  2. Ué…como é que se investiga a si mesmo? Na boa…esse careca, que não é juiz, é um escroto…verdadeiro advogadinho escória…

  3. Sr. Francisco, quero crer que o sr esteja certo. Afinal, esses srs do STE/TSE e todos os afins, são nossos empregados, pagos com parcos salários de nosso suado dinheiro.

  4. A condução do TSE na mão desse cara tem sido um completo desastre. Vão passar sua vida no STF pedindo investigações sobre coisas inúteis, sendo constantemente passado para trás pela PF.
    Os fatos mostram que ele não tem inteligência emocional para o cargo que ocupa, e por isso, há um total descontrole dos processos e inquéritos sob sua presidência. Devido a sua própria deficiência, os que estão ao seu redor o enxergam como o ex-advogado do PCC com déficit de atenção.

  5. A questão não é um desqualificado chegar ao Supremo, o problema é um senhor de idade, que muita gente acha que é um “grande jurista”, como Ives Gandra Martins, chamar Alexandre Moraes de “grande jurista”. É uma confraria de canalhas que vai cair nas mentes porosas de estudantes de Direito. Parem de badalar Ives Gandra, ele é no mínimo, cúmplice de todos os crimes cometidos sob a toga deste desqualificado advogado de porta de cadeia. Filhote de Dória, Temer et caterva.

  6. Primeiro lugar: ” Moraes investiga…” Como assim??? Juiz julga, não investiga.
    Segundo: Foi ele mesmo quem vazou as informações. Mentiroso e covarde

  7. Estou chegando a conclusão que Bolsonaro gosta de apanhar. Não reage. Fica na falácia, mas sem rigor. Nesse ritmo a fraude passará a perna em nós fácil fácil. Revoltante !

    1. Não, senhora dona Olga. O Bolsonaro gosta mesmo é de JOGAR, fingindo gostar de apanhar. Quem não sabe jogar, não desce para o play…
      .

  8. Se Bolsonaro não vencer essas eleições, rapidamente será preso, da mesma forma que foi Daniel Silveira, mesmo tendo imunidade parlamentar e sem cometimento de crime! Bolsonaro, diferente de Lula não pode contar com os ministros do STF, até mesmo André Mendonça, que já se mostrou não confiável!

      1. E vc acredita mesmo nisso? Nem quando o PT estava 4 roubando o Brasil ostensivamente os generecos tomaram providência!

  9. A 4 dias de eleição presidencial…
    Ou seja a canalhice anda solta no alto escalão do judiciário, mas o desespero desta durma vai aumentar bastante após a posse da reeleição e das 27 vagas no senado.
    Muita coisa vai mudar e outras vão CAIR !
    Quem viver verá!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.