Governo de SP: mais de 520 mil eleitores anularam o voto ao apertar ’22’

Tarcísio Gomes de Freitas, candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro, teve número confundido pelos eleitores
-Publicidade-
Muitos eleitores anularam o voto ao votar '22' para Tarcísio
Muitos eleitores anularam o voto ao votar '22' para Tarcísio | Foto: Alan Santos/PR

A eleição para governador do Estado de São Paulo registrou 521.015 votos nulos, de eleitores que confundiram o número 22, com o qual Jair Bolsonaro concorre à Presidência da República, com o número de Tarcísio Gomes de Freitas, candidato de Bolsonaro ao Palácio dos Bandeirantes.

O PL, partido do presidente e candidato à reeleição, não teve candidatura no Estado. Ao todo, Tarcísio recebeu quase 9,9 milhões de votos (42,32% dos votos válidos).

De acordo com as regras da Justiça Eleitoral, o voto é anulado quando o eleitor digita um número que não corresponde a nenhum candidato oficialmente inscrito. Esses votos, assim como os em branco, são computados para fins estatísticos, mas não são considerados votos válidos. 

-Publicidade-

Os votos anulados, caso somados aos quase 10 milhões computados, contudo, não teriam sido suficientes para garantir a vitória de Tarcísio no primeiro turno. 

A votação de Tarcísio e Haddad representou uma derrota para o governador Rodrigo Garcia e seu partido, o PSDB. A legenda comandou São Paulo por quase 30 anos. O atual chefe do Executivo saiu da eleição com 4.277.046 de votos (18,40%).

A disputa de Tarcísio e Haddad no segundo turno também mostra que as empresas de pesquisa erraram. O Datafolha projetou a vitória de Haddad com 39%; Ipec deu 41% para o ex-prefeito. Tarcísio tinha 26% no Paraná Pesquisas, 31% no Datafolha e também 31% no Ipec.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

18 comentários Ver comentários

  1. Sobrou pra Tarcísio o candidato da direita ou pro presidente,ta mal explicado esse delito se fosse suspeita contra o Lula ladrão a repercussão seria outra, alguém tem dúvida? me faça uma garapa.

  2. Perguntamos aos candidatos ao governo de São Paulo como acabar com a Cracolândia, reduto de viciados no centro da capital paulista. Veja o que eles responderam:

    *Fernando Haddad (PT):* Essa população de viciados não pode ficar na rua, vamos alugar apartamentos para eles morarem no centro de São Paulo e lhes dar algum dinheiro para comprarem comida.

    *Tarcísio de Freitas (Republicanos):* É necessario promover o acolhimento para reinserção social, com desintoxicação, capacitação, geração de trabalho e renda. Melhorar as condições das comunidades terapêuticas, com proximidade à natureza. Criar “portas de saída” como programas de inserção de pessoas em situação de rua, ex-dependentes e egressos do sistema prisional no mercado de trabalho formal, principalmente em empresas parceiras e em obras contratadas e/ou concedidas pelo Estado.

    https://revistaoeste.com/politica/eleicoes-2022/cracolandia-o-que-dizem-os-programas-dos-candidatos-ao-governo-de-sp/

  3. CONVERSA FIADA, DESCULPA PRA FRAUDAR OS VOTOS, SE APERTAR 22 NAOVAIAPARECER NENHUMA FOTO LA…OU AS FFAA AGEM AGORA OU AS COISAS TENDE A PIORAR MUITO

  4. O problema não é as urnas eletrônica o problema são os indivíduos que estão contra o presidente Bolsonaro e o povo brasileiro de bem., as urnas só recebe comandos e esses comandos são confiáveis aí é que Mora o perigo.

  5. Se o eleitor digitar o número errado, obviamente não iria aparecer a foto do candidato que ele pretendia votar e mesmo assim confirmou. Ou o eleitor paulista/paulistano é um retardado mental elevado ao quadrado ou, de fato, queria mesmo anular o seu voto. Simples assim.

  6. só existem 2 MANÉS…. os que NÃO PREVEEM uma coisa dessas e o que FAZEM uma coisa dessas..
    o PRIMEIRO É O MAIS MANEZÃO… e se acha o super inteligente.

  7. Espero que as pessoas se informem corretamente. A melhor coisa foi jogar o PSDB para escanteio. Enterraram os tucanos. Com a ajuda do Dória, claro. Tomara que tenham aprendido a lição.

  8. Considerando que o QI médio do cidadão de Banânia é 85 não há nenhuma surpresa aí…
    E há quem argumente que com a urna eletrônica o mané erra menos porque é só apertar umas teclas. O mané médio não atravessa a rua mastigando chicletes…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.