TSE nega direito de resposta a Bolsonaro contra Janones

Defesa do presidente citou mensagens do parlamentar que o qualificaram como ‘assassino’ e ‘fascista’

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Janones obteve uma vitória sobre Bolsonaro no TSE
Janones obteve uma vitória sobre Bolsonaro no TSE | Foto: Paulo Sergio/Agência Câmara

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, nesta terça-feira, 18, um pedido de direito de resposta apresentado pela campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) contra o deputado federal André Janones (Avante-MG).

Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Alexandre de Moraes e Benedito Gonçalves seguiram o entendimento do relator, Paulo de Tarso Sanseverino. Os ministros Carlos Horbach e Sergio Banhos, por sua vez, divergiram. Foram 5 votos a 2.

A equipe jurídica de Bolsonaro alegou que Janones desrespeitou o presidente e fez publicações com “gravíssimas ofensas” à honra e à imagem dele. A defesa lembra as “desprezíveis zombarias” à Justiça Eleitoral, o que “reforça a gravidade dos atos praticados e o reprovável desrespeito do (mal-intencionado) cidadão ao cumprimento das normais eleitorais”.

-Publicidade-

Entre os ataques citados pela defesa de Bolsonaro, estão publicações em que Janones qualificou o presidente como “assassino” e “fascista”. O parlamentar atribuiu ao chefe do Executivo 400 mil mortes pela covid-19.

Quem é André Janones

Reportagem publicada na Edição 134 da Revista Oeste mostra que a campanha eleitoral do Partido dos Trabalhadores mandou o republicanismo às favas. Para derrubar Bolsonaro e reconduzir Lula ao Palácio do Planalto, os petistas renunciaram à apresentação de propostas e optaram por disseminar fake news sobre o chefe do Executivo. A indústria de mentiras envolve intelectuais, artistas, jornalistas e políticos.

O líder dessa engrenagem é Janones. Ele conquistou relevância nacional em abril deste ano, quando, durante entrevista à GloboNews, disse que Emmanuel Macron era o presidente da Argentina. Macron, na verdade, é o presidente da França. E quem governa os hermanos é Alberto Fernández.

A porteira da desinformação abriu-se em 5 de setembro, quando o deputado defendeu o uso de fake news contra o chefe do Executivo. “Atenção, urgente: partido de Bolsonaro estaria por trás do pedido de suspensão da lei que aprovamos no Congresso, garantindo o piso salarial da enfermagem”, escreveu Janones, no Twitter. “Se for confirmado, é grave. Muito grave.” Em seguida, ele próprio assumiu a falsidade da acusação e explicou que tinha o objetivo de manchar a imagem do presidente da República. “Printem isso e viralizem pelo WhatsApp”, afirmou. “Vou fazer live, também. Façam chegar a todo o Brasil. Olho por olho, dente por dente.”

De lá para cá, Janones acusou o atual presidente de agredir mulheres, de ser adepto do canibalismo, de praticar zoofilia e de participar da maçonaria. Nenhuma dessas alegações corresponde à realidade.

O assinante pode ler uma reportagem completa sobre as fake news da campanha eleitoral petista ao clicar neste link.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

10 comentários Ver comentários

  1. Uma Justiça controlado pelo PT, e pelo Luladrão é uma Justiça partidária, parcial, desfocada da realidade emprestando sua força institucional com base no emprego da mentira sendo referendada pelo TSE. Isso mostra como há forças latentes que desejam a anarquia para, em seguida, se vitoriosos, imporem uma nova ordem social que desmanchará a liberdade dos contrários para se alastrar país afora até o país ficar atrelado à uma ditadura que nos custará muito sangue até que se torne efetivo o resgate de nossa liberdade

  2. Não Adianta o Presidente , apelar para o Puxadinho dos Vagabundos Esquerdalhas. Não foi atoa. Que Botaram o Bandido Luladrão. Na Eleição. Tudo Dominado.Só o Povo Brasileiro. Para da um Bastar.

  3. O crime organizado, i.e., a esquerda medíocre e corrupta, e seu movimento covarde para impor aos mais ignorantes e alienados apenas versões mentirosas que interessam a eles.
    Até quando?

  4. Analisando o que é fake news para a Revista Oeste: Bolsonaro admite em vídeo que pratica zoofilia, é flagrado mais de uma vez em templo massônico registrado em vídeo, inferiu em pelo menos 3 ocasiões que meninas venezuelanas de 14 anos que se arrumam no sábado de tarde são prostitutas, admitiu EM VÍDEO que comeria carne humana se tivesse companhia. Olha, pra mim, tá bem real, já que foi o próprio Bolsonaro que vomitou essas pérolas. A divulgação desse material não pode ser crime nem considerado fake news. Janones está fazendo um trabalho essencial em demonstrar quem é este senhor.

    1. Desde de 2018, a velha imprensa apoia a reverbera toda sorte de acusações e manipulações contra a reputação do então eleito, por absoluto inconformismo com o resultado. Ataques sistemáticos e diários, tornando impossível a defesa da reputação, buscaram forjar um autentico “espantalho” na maior parte das vezes totalmente distante da real personalidade do atual PR. Tudo o que a senhora citou nada mais é do que o conjunto das mais recentes ilações, que naturalmente se acentuaram logo após a necessidade de um segundo turno, derrubando o frustrado “já ganhou” instalado na campanha do “inocentado”. No caso das jovens venezuelanas, cabe arguir se a senhora já esteve em Pacaraima para ver de perto o estado daqueles que buscam refúgio no Brasil? O problema, que em particular atinge em cheios as jovens citadas, definitivamente não está do lado de cá da Fronteira. Pelo menos, até agora.

  5. Mais vale um FATO, que é a TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO, do que uma fake que cita uma inauguração de uma ponte na divisa dos Estados de Minas Gerais e Mato Grosso. NOTA : O Mato Grosso não faz divisa com Minas.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.