Em carta, esposa de Anthony Wong fala em ‘tomar medidas jurídicas cabíveis’

Comunicado de Carla Von Gabriel Wong foi exibido com exclusividade pelo programa Os Pingos nos Is, da rádio Jovem Pan
-Publicidade-
Anthony Wong faleceu em 15 de janeiro de 2021
Anthony Wong faleceu em 15 de janeiro de 2021 | Foto: Reprodução/Redes sociais

A esposa do pediatra e toxicologista Anthony Wong, Carla Von Gabriel Wong, afirmou nesta sexta-feira, 24, que o marido morreu em decorrência de uma infecção generalizada. Em carta divulgada com exclusividade ao programa Os Pingos nos Is, da rádio Jovem Pan, Carla explicou o quadro de saúde de Wong.

Em 14 de novembro de 2020, depois de apresentar quadro de asma associado a dor abdominal, o pediatra foi levado ao pronto-socorro para realizar exames médicos. “Na ocasião, foi feito teste para covid-19, e o resultado foi positivo”, escreveu. “Mas ele não acreditou, já que em abril teve quadro gripal fortíssimo.” Ainda assim, Wong começou o tratamento imediato da doença com hidroxicloroquina, ivermectina e azitromicina.

Sete dias depois, em 21 de novembro, o toxicologista apresentou piora importante no quadro de saúde. “Acabou sendo intubado naquela madrugada”, revelou Carla. “Graças aos cuidados da equipe médica especialista da Prevent Senior e dos cuidados médicos integrativos, que incluíram a ozonioterapia (com meu consentimento), ele saiu de um quadro gravíssimo, de hemorragia digestiva, infecções importantes e insuficiência renal.”

-Publicidade-

Leia mais: “Entenda o caso envolvendo a Prevent Senior”

Devido à melhora no quadro de saúde, Wong tinha alta hospitalar prevista para 25 ou 26 de dezembro. “Anthony evoluiu tão bem! Andava, fazia fisioterapia e alimentava-se normalmente”, relatou Carla. “Seguindo o aconselhamento dos médicos responsáveis, achamos por bem deixar o hospital só após o feriado do Natal. Entretanto, quis o destino que meu marido tivesse uma infecção, iniciada em 26 de dezembro. Seu quadro mudou complemente, evoluindo para uma infecção generalizada. Foi a óbito em 15 de janeiro de 2021.”

Na conclusão do texto, a esposa do pediatra fala em tomar “medidas jurídicas cabíveis” contra os responsáveis pela divulgação do prontuário médico de Wong. Segundo o Conselho Federal de Medicina, o documento é particular e privativo dos pacientes e de suas famílias.

“Ver partes de seu prontuário levianamente exposto movimentou meu coração para que pudéssemos dar voz ao querido Anthony, que jamais se calaria frente à tamanha atrocidade, desrespeito e falta de ética”, lamentou Carla. “A partir de agora, vou me calar dentro da minha dor; não falarei para a mídia e espero poder contar com a compreensão e o respeito.”

Leia, na íntegra, a carta de Carla Von Gabriel Wong

“Carta ao público.

Em benefício da verdade e memória do meu esposo, Anthony Wong, médico, nascido em 1947 na China, naturalizado brasileiro, professor da USP, diretor do Ceatox e um homem que colocou seu amor pela medicina acima de tudo, escrevo essa carta ao público.

Desde o início da pandemia, Anthony trabalhava incessantemente, juntamente com outros cientistas, em múltiplos encontros, aulas e palestras. Apesar de seus 73 anos e de ser do grupo de risco, devido a uma bronquite asmática, optou por continuar trabalhando e atendendo seus pacientes normalmente em seu consultório, muitas vezes até tarde da noite.

Defendeu suas ideias sempre embasado em estudos internacionais publicados.

Dia 14/11/2020 jogou tênis, um esporte que adorava, e, quando aproximadamente três dias depois apresentou mais um quadro de asma associado a dor abdominal, me pediu para levá-lo ao pronto-socorro para exames.

Nessa ocasião foi feito um teste para covid, cujo resultado foi positivo, mas ele não acreditou, já que em abril teve um quadro gripal fortíssimo. Mesmo assim, ele pediu que começassem os tratamentos imediatos com a hidroxicloroquina, ivermectina e azitromicina, e avisou aos médicos da Prevent Senior que gostaria de dar a notícia notícia pessoalmente numa live,  já que os médicos lhe deram previsão de alta em 14 dias.

Na realidade, o tratamento não foi precoce, visto que ele já apresentava alguns sintomas havia dias.

Nos dias seguintes, teve piora importante e acabou sendo intubado no dia 21/11/2020, de madrugada. Graças aos cuidados da equipe médica especialista da Prevent e dos cuidados médicos integrativos, que incluíram a ozonioterapia com meu consentimento assinado e das equipes adicionais, ele saiu de um quadro gravíssimo, de hemorragia digestiva, infecções importantes e insuficiência renal.

O Anthony evoluiu tão bem, andava e fazia fisioterapia e alimentava-se normalmente, que teve a ALTA HOSPITALAR PREVISTA para se dar entre o dia 25 e 26 de dezembro de 2020.

Seguindo o aconselhamento dos médicos responsáveis, achamos por bem deixarmos o hospital só após o feriado do Natal.

Entretanto, quis o destino que o meu marido tivesse uma infecção, iniciada no dia 26 de dezembro, e seu quadro mudou complemente, evoluindo para uma infecção generalizada, indo a óbito em 15 de Janeiro de 2021.

A falta que ele nos faz é de um tamanho infinito. A memória dos seus grandes feitos e entusiasmo pela vida fazem com que tenhamos agora força para nos levantar contra as injustiças e iniquidades a que hoje assistimos contra ele e seus colegas que tanto o ajudaram…

Estamos avaliando tomar algumas medidas jurídicas cabíveis, pois, pelo Conselho Federal de Medicina, o prontuário médico é considerado particular e privativo do paciente e de sua família. Ver partes do seu prontuário levianamente expostas movimentou meu coração para que pudéssemos dar voz ao querido Anthony, que jamais se calaria frente à tamanha atrocidade, desrespeito e falta de ética.

Falo em meu nome, dos meus filhos e de toda a família Wong!

A partir de agora, me calarei dentro da minha dor, não falarei para a mídia e espero poder contar com a compreensão e o respeito a esta minha posição.

Agradeço a Deus por ter conhecido e convivido com este SER HUMANO incrível! Obrigada, Anthony. Descanse em paz!

Com Amor,

Carla Von Gabriel Wong, filhos e toda a família Wong!”

Leia também: “MP-SP cria força-tarefa para investigar denúncias contra Prevent Senior”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

16 comentários Ver comentários

  1. Ki gente louca ! Só pra não dar o braco a torcer a esposa insiste na tese de que o marido não morreu em decorrência do Covid e do mal tratamento que deram a ele com o kit covid .
    Tratamento precoce é uma falácia que matou milhares e essa mulher não tem a dignidade de admitir que foi isso que matou seu marido ! É uma barbaridade !!

  2. Ivermectina, hidroxicloroquina e azitromicina incomodam muita gente e interesses os mais diversos. E vão incomodar muito ainda à muita gente.

    1. A esquerdopatas são insanos,com certeza muitas vidas foram salvas com o kit , porém não interessa para esses dementes.Ele se esquecem de quantas vidas foram ceifadas pela corrupção dos governos petistas.Ele não se conformam por não acharem corrupção no governo atual

  3. CPI composta, em sua maioria, por ladrões e instalada a pedido de ladrões, e autorizada a pedido de ladrões… mas como diria a rede Globo… Força Renan!

    1. Dr Antony Wong está na imortalidade agora e ciente de tudo que se passou. Descanse em paz Dr Wong! Estará sempre presente em nossa memória, em nossos corações, pela coragem, dedicação, alegria e amor a verdade a cima de tudo. Deus abençoe grandemente sua família maravilhosa e os conforte, já que deve ser motivo de grande orgulho ter tido a oportunidade de conviver contigo por todos esses anos, exemplo de um grande homem honrado, esposo e pai amado. A Providência vai cuidar daqueles que atentam contra sua memória e exemplo.

  4. É um absurdo a quantidade de crimes que estão sendo cometidos por essa quadrilha que comanda a CPI do Circo. Pagarão por todos eles de uma forma ou de outra, pois quem planta vento, colherá tempestade.

    1. Antony wong descanse em paz. Espero que na eternidade seja perdoado por Deus! E sua esposa pelo menos tenha honra de admitir que a sua morte foi por covid e ponto final. Morreu, não tem jeito. Qual a razão de esconder isso. É querer achar cabelo em ovo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.