‘Está apanhando muito nas redes’, diz Bolsonaro sobre quem aprovou o PL das ‘fake news’

Presidente da República aproveitou transmissão pela internet para reforçar que vetará a proposta caso ela não seja modificada na Câmara dos Deputados
-Publicidade-
O presidente Jair Bolsonaro | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL
O presidente Jair Bolsonaro | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL | jair bolsonaro - pl das fake news - veto - valter campanato - agência brasil

Presidente da República aproveitou transmissão pela internet para reforçar que vetará a proposta caso ela não seja modificada na Câmara dos Deputados

jair bolsonaro - pl das fake news - veto - valter campanato - agência brasil
O presidente Jair Bolsonaro | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL
-Publicidade-

Em sua tradicional transmissão semanal ao vivo pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro voltou a colocar o Projeto de Lei das fake news em discussão. De acordo com ele, o grupo de senadores que nesta semana votou a favor da proposta está sendo alvo de críticas.

Leia mais:Desatenção ajuda na propagação de fake news sobre a covid-19

“O pessoal está apanhando muito nas redes”, disse Bolsonaro ao se referir aos 44 senadores que fizeram o chamado PL das fake news avançar no Congresso Nacional. Mas para o presidente, o quórum poderia ser menor. “Conversei com um senador que disse ter se equivocado, que na verdade ele iria rejeitar o projeto”, comentou o mandatário do país.

Como a proposta aprovada pelo Senado irá para a Câmara dos Deputados, o presidente da República aproveitou a live desta quinta-feira, 2, para dizer que espera que o texto relativo ao combate às notícias falsas seja modificado. Caso isso não ocorra, o projeto será derrubado quando chegar ao Poder Executivo.

“Não tem como não deixar de vetar”

“Espero que a Câmara mude o conteúdo, pois se não fizer isso, não terá jeito. Não tem como não deixar de vetar”, afirmou Bolsonaro. Assim, o presidente ratificou o que tinha apenas sinalizado até então. Conforme noticiou Oeste, ele havia colocado o veto como mera possibilidade — como também poderia aprovar o PL.

Liberdade de imprensa

Para vetar o texto recentemente aprovado pelo Senado, Bolsonaro avisou que teme que o projeto acabe por limitar direitos como a liberdade de expressão. Nesse sentido, enfatizou ser “extremamente favorável à liberdade total da mídia”.

O que vale, inclusive, para os críticos, ressaltou. “Podem continuar batendo”, afirmou o presidente sobre veículos de comunicação que o criticam. Por fim, deu recado que para ele deve servir de entendimento para qualquer político e cidadão que preze por valores democráticos: “jamais querer censurar”.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site