Estudo citado por Lewandowski é de professora marxista e anti-Lava Jato

Juiz do STF garante que a operação é a responsável pelo desemprego e pela crise econômica no Brasil
-Publicidade-
Magistrado votou pela parcialidade de Moro
Magistrado votou pela parcialidade de Moro | Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Ao votar pela suspeição do ex-juiz Sergio Moro, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski argumentou que a Lava Jato provocou danos na economia brasileira, entre eles, o desemprego. Para embasar a afirmação, o juiz do STF utilizou um estudo feito por Rosa Maria Marques, professora da PUC-SP, com sustentação de uma pesquisa realizada pelo Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. “A operação provocou um desmantelamento de importantes setores, principalmente da indústria petrolífera e da construção civil”, declarou o magistrado, na quinta-feira 22, ao mencionar os “milhões” de pessoas sem trabalhar supostamente criados pela Lava Jato durante o período em que vigorou.

Ubiratan Jorge Iorio, colunista da Revista Oeste, identificou que a docente citada por Lewandowski é declaradamente de esquerda e contra a Lava Jato. Em uma live com o jornalista Gustavo Conde, transmitida em julho de 2020, Marques conta a respeito de sua formação, cujos professores pertencem à linha do keynesianismo (o pensamento defende forte intervenção estatal no mercado). “Eu, que sou marxista, mas da área de economia política, não me sentia um peixe fora d’água”, disse, ao falar dos tempos acadêmicos. “Os dados [do instituto] mostram que, para o resultado [ruim da economia brasileira em 2019, 2018 e 2017] contribuiu, de sobremaneira, a operação Lava Jato. 2,5 pontos percentuais da crise de 2015 se deve à operação”, garantiu a professora. Veja imagens abaixo.

-Publicidade-

Assista ao vídeo

Sobre o marxismo, ver a partir de 3:50; críticas à operação, a partir de 18:00

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site