Ex-tesoureiro do PT vira réu por corrupção e lavagem de dinheiro

João Vaccari Neto é acusado de desviar mais de R$ 3 milhões de contratos de serviços em navios plataforma da Petrobras
-Publicidade-
Vaccari é réu por corrupção e lavagem de dinheiro
Vaccari é réu por corrupção e lavagem de dinheiro | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT), duas mulheres que prestavam apoio à sigla e dois executivos da Doris Engenharia viraram réus por corrupção e lavagem de dinheiro em um processo oriundo da Operação Lava Jato.

A denúncia do Ministério Público Federal (MPF) foi aceita em 20 de agosto deste ano, mas a  ação teve o sigilo retirado apenas nesta quinta-feira, 26. O processo tramita na 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, comandada pelo juiz Luiz Antônio Bonat.

Leia mais: “Petrobras anuncia venda da Refinaria Isaac Sabbá, em Manaus, por R$ 994 milhões”

-Publicidade-

Segundo os procuradores, Vaccari e os demais são acusados de desviar cerca de R$ 3 milhões de contratos de serviços de engenharia em navios plataforma da Petrobras. O pedido do MPF inclui multa pelos valores desviados e por danos causados à Petrobras; além disso, solicita o bloqueio de bens de R$ 7,3 milhões.

De acordo com a denúncia, os executivos da empresa usaram um operador financeiro para pagar propinas a Pedro Barusco, ex-gerente-executivo da Petrobras, em troca da obtenção de contratos de prestação de serviços de engenharia de oito navios plataforma da estatal.

Além do então gerente da estatal, Vaccari e o próprio operador financeiro, Zwi Skornicki, também foram destinatários da propina.

Com informações do portal G1

Leia também: “Vaccari e Duque são condenados em ação da Lava Jato”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários

  1. O STF tem mostrado que não quer que a operação LAVA JATO tenha êxito em nenhum processo. É já que pedem a transferência do processo para o paraíso da impunidade chamado “BRASÍLIA”.

  2. Tá todo mundo falando que essa ação não ai dar em nada. Claro que o pensamento não paga imposto, ainda, mas escondido no arquivo do cérebro da maioria está guardado aquela tese de cancelar o registro do PT para onde foi todo o dinheiro roubado.
    O que o povo deseja, o STF rejeita.

  3. Já que a justiça está aparelhada para absolver esse tipo de demonio
    (veja a cara dele) só PEDINDO,IMPLORANDO A DEUS QUE EXTERMINE
    ESSE TIPO DE VIRUS DA FACE DE NOSSO PAÍS.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro