Facebook cria Centro de Operações para Eleições no Brasil

Empresa afirma que deseja combater riscos à integridade do pleito eleitoral deste ano
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Facebook
Foto: Divulgação/Facebook | Centro de Operações para Eleições - Facebook - Brasil

Empresa afirma que deseja combater riscos à integridade do pleito eleitoral deste ano

Centro de Operações para Eleições - Facebook - Brasil
Foto: Divulgação/Facebook

Responsável por controlar as redes sociais Facebook, Instagram e WhatsApp, a companhia do norte-americano Mark Zuckerberg promete agir em relação ao processo eleitoral brasileiro deste ano. Nesta quinta-feira, 1º, a empresa anunciou que criou seu Centro de Operações para Eleições. A ideia é acompanhar o pleito municipal 2020 que ocorrerá em novembro país afora.

-Publicidade-

Leia mais: “Eleitor poderá justificar ausência nas eleições pelo aplicativo do TSE”

De acordo com a equipe de comunicação do gigante de tecnologia, o centro — que funcionará de modo virtual — surge com o objetivo principal de “acelerar o tempo de resposta da empresa a conteúdos que possam representar ameaça à integridade das eleições municipais”. Para isso, o Facebook contará com colaboradores espalhados no Brasil e em outros países. A equipe terá a responsabilidade de analisar em tempo real a exclusão de materiais que violem as políticas de uso das três plataformas mantidas pelo grupo.

“Temos ampliado o uso da tecnologia para detectar comportamentos abusivos”

Por meio de sua página online destinada à imprensa, o Facebook informa que o trabalho em relação ao processo eleitoral vai para além do Brasil. “Desde 2017, mais de 200 eleições aconteceram pelo mundo e pudemos desenvolver produtos novos e políticas mais fortes que nos ajudaram a nos preparar para este ano. As equipes trabalhando para proteger a integridade de nossos serviços triplicou desde 2016, para mais de 35 mil pessoas”, garante. Por fim, a empresa destaca que segue na luta para eliminar perfis fakes da rede. “Além disso, temos ampliado o uso da tecnologia para detectar comportamentos abusivos: com auxílio de inteligência artificial identificamos e removemos 99,7% das contas falsas no Facebook antes que elas sejam denunciadas.”

Parceria com o TSE

O trabalho do Facebook em relação ao pleito 2020 no Brasil não se limita ao anunciado Centro de Operações para Eleições. A companhia internacional será parceira do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para combater a divulgação de desinformações na internet. “Agradeço o espírito de cooperação e enfatizo a importância dessa parceria para o TSE, para a democracia brasileira e para o país de uma maneira geral”, disse o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, conforme Oeste registrou.

Eleições 2020: Confira as últimas notícias de Oeste sobre o assunto

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site