-Publicidade-

Fiuza: ‘Lula era o mentor do sistema de corrupção’

O colunista relembrou o papel do ex-presidente na engrenagem dos esquemas criminosos descobertos durante a gestão petista
Guilherme Fiuza é colunista da 'Revista Oeste' e comentarista na rádio Jovem Pan
Guilherme Fiuza é colunista da 'Revista Oeste' e comentarista na rádio Jovem Pan | Foto: Reprodução/YouTube

No programa Os Pingos no Is, da rádio Jovem Pan, o jornalista Guilherme Fiuza comentou as declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que proferiu um discurso nesta quarta-feira, 10, no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo (SP). No pronunciamento, o petista alegou ser um perseguido político e uma vítima de injustiça. Além disso, atacou o presidente Jair Bolsonaro, o ex-juiz Sergio Moro — a quem chamou de “o maior mentiroso da história” —, e os procuradores da Lava Jato, acusando-os de quadrilheiros. “O próprio Lula, que é uma alma penada, sabe que está mentindo”, disse Fiuza. “Ele [Lula] vendeu um pedaço do Estado brasileiro, para enriquecer e viver bem. Deu dinheiro aos familiares, amigos e correligionários”, afirmou. Segundo o colunista da Revista Oeste, o voto do desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Operação Lava Jato no Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4), é “bastante didático” para explicar os crimes cometidos pelo petista. “Ele [o voto] traça exatamente as teias do sistema de corrupção que tinha no Lula não só o centro, mas o mentor”, asseverou Fiuza.

Leia também: “Lula repete ‘circo populista’ em sindicato e mostra que é o velho Lula de sempre”, editorial publicado nesta quarta-feira, 10, em Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. Sou como a Bia Kicis: pelo histórico do PT, trabalho diuturnanente para que sumam do mapa. Fora corrupção. Fora aparelhamento do estado corrupto.

  2. VELHICE NÃO APRIMORA NINGUÉM, MAS ACENTUA OS DEFEITOS. LULA VOLTOU O MESMO: PRESUNÇOSO, ARROGANTE, DESTITUÍDO DE SENSO DO RIDÍCULO ETC. SE
    NOSSO POVO FOSSE INTELECTUALMENTE MAIS REFINADO ESSA CRIATURA NÃO MERECERIA ATENÇÃO, NÃO PERDERIA TEMPO OUVINDO SUAS PLATITUDES.

  3. O Fiúza deveria ler seus fãs e se inspirar em alguns pontos que a maioria dos jornalistas não percebe. 1) já corre nas redes sociais mais humildes o que o David Coimbra da ZH escreveu com o título: Qual o inocente que foi preso pela Lava-Jato? 2) já perceberam que nas atuações do Lula nunca foi dado a palavra para jornalistas fazerem perguntas? Por exemplo: é ficção que ele teve amantes enquanto a Marisa era viva? 3) o Moro, segundo o Lula e o STF conseguiu convencer mais de dez magistrados de instâncias superiores a participarem do golpe contra o PT e inventou provas. Finalmente, alguém deveria denunciar ou processar pelo menos dois ministros do STF já que são suspeitos de posições políticas em favor do Lula desde o mensalão. Ora, se eles consideram Moro suspeito por que ninguém argui a suspeição de GM e RL?

  4. Vivemos do passado ou mesmo seremos eternamente o país do futuro.
    Joaquim Barbosa e Lula, porta-vozes da indignidade, levaram o Brasil e seu povo à débâcle.
    A reorganização passa pelas FFAA, caso a única instituição confiável, além das famílias brasileiras, reeditem a MARCHA DAS FAMÍLIAS.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.