Fiuza: ‘Prefeitos estão fazendo espetáculo de autoritarismo’

O colunista da Revista Oeste classificou as medidas restritivas impostas por gestores municipais como ‘aberrações’
-Publicidade-
Guilherme Fiuza não poupou críticas aos prefeitos e governadores
Guilherme Fiuza não poupou críticas aos prefeitos e governadores | Foto: Reprodução/YouTube

O jornalista Guilherme Fiuza criticou os prefeitos das cidades brasileiras que, sob a justificativa de conter o avanço da covid-19, impuseram à população local medidas restritivas. Durante o programa Os Pingos nos Is, da rádio Jovem Pan, realizado nesta sexta-feira, 19, o colunista da Revista Oeste afirmou que as políticas de isolamento social poderiam ser justificáveis, desde que fossem eficazes contra a moléstia que assola parte do povo brasileiro. Entretanto, segundo Fiuza, as medidas restritivas já se provaram ineficientes — razão por que, hoje, não deveriam mais ser adotadas. “Impedir as pessoas de circularem ao ar livre não é saudável”, disse. “O que nós estamos vendo são aberrações, por parte de prefeitos e governadores, que estão fazendo espetáculo de autoritarismo”, afirmou. De acordo com o jornalista, a população foi abandonada pelas instituições públicas, citando como exemplos Ministério Público e Judiciário. “Elas [as instituições] deveriam socorrer as pessoas, mas não o fazem. É o presidente da República que está fazendo este papel”, observou.

Leia também: “‘Hipócritas e demagogos’, diz Fiuza sobre o Muda Senado”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.