‘Foi linchado por guardar seu dinheiro’, diz defesa da Chico Rodrigues

De acordo com os advogados, o valor encontrado nas cuecas do senador seria utilizado para o pagamento de funcionários
-Publicidade-
Senador foi alvo de uma operação da Polícia Federal na semana passada | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
Senador foi alvo de uma operação da Polícia Federal na semana passada | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

De acordo com os advogados, o valor encontrado nas cuecas do senador seria utilizado para o pagamento de funcionários

Senador
Senador foi alvo de uma operação da Polícia Federal na semana passada | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

A defesa do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) afirmou nesta segunda-feira, 19, que o montante encontrado na casa do parlamentar era lícito. Em operação na semana passada, a Polícia Federal apreendeu R$ 30 mil na casa do democrata, sendo que cerca de R$ 17 mil estavam escondidos nas cuecas.

-Publicidade-

De acordo com os advogados, os valores seriam utilizados para pagar funcionários e que o senador foi “linchado por guardar seu próprio dinheiro”. O parlamentar ocupava a vice-liderança do governo no Senado. Após a operação, o presidente Jair Bolsonaro acabou destituindo ele do posto.

“Em 30 anos de vida pública, o senador nunca sofreu uma condenação e agora está sendo linchado por ter guardado seu próprio dinheiro. Foi uma reação impensada, de fato, mas tomada diante de um ato de terrorismo policial, sem que haja qualquer evidência de desvio em sua conduta”, disse a defesa em nota.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso determinou o afastamento de Rodrigues do Senado. A decisão deverá ser avaliada pelo plenário do Supremo. Por enquanto, Rodrigues segue no exercício do mandato.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

  1. A bunda é lugar de guardar dinheiro pra funcionários? Que raio de funcionários são esses que recebem dinheiro sujo de merda? Quer brincar com nossa inteligência.

    1. O que me impressiona é que a nota de R$ 200 já saiu faz 60 dias e nem sequer peguei uma na mão, enquanto isso o senador tinha várias no Fio…..Ó

    2. Olha, a prostituta mais suja tem muito mais dignidade que essa tal “defesa”. Aproveito para tacar-lhes um penico cheio de dória mole em vocês, sem-vergonhas.

  2. Se o dinheiro era lícito, porque enrolá-lo e enfiá-lo no rabo? Ninguém está linchando essa pobre alma, apenas se vê a graça na atitude de guardar rolos de dinheiro na própria “poupança”… Afinal, ninguém consegue imaginar qual o diâmetro do rolo de notas que, juntas, somam R$ 17.000… Me pergunto se falamos de 10 ou 15cm (DE DIÂMETRO)… Foi pouco criativo também, ele poderia ter protegido as notas, colocando num saco plástico para não sujá-las… Vaselina e… “fup”, ânus adentro! Mas talvez tenha ficado com medo de se denunciar, fazendo com alguma careta de prazer secreto… De, além de ter escondido 17 MIL REAIS no rabo, estar fazendo alguma massagem na próstata… … …

  3. Advogado tem as artes do Tinhoso, e às vezes, como agora, posa de idiota pensando que o povo também é. Se o dinheiro era lícito, enfiá-lo no fiofó foi apenas uma tara, um fetiche, um delírio, ou era apenas dinheiro sujo escondido em orifício idem? Tomem tento, senhores rábulas defensores do indefensável. O que vai salvar O Chico do Orifício e o compadrio de seus colegas igualmente bandidos.

  4. Toda- sem tirar ninguenzinho ou ninguenzinha- classe jurídica atuante, é o retrato do Felipe OAB e STF. Portanto, uma vergonha.
    Se salvam aqueles que não exercem a profissão de causídico, hoje fatos, empregadas domésticas, uberistas, taxistas, garçons, lojistas, vendedores, feirantes…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site