Forças Armadas não cumpririam eventuais ordens absurdas, afirma Bolsonaro

Declaração do presidente da República foi proferida durante cerimônia alusiva aos mil dias de seu governo
-Publicidade-
Jair Bolsonaro celebrou os mil dias de seu governo
Jair Bolsonaro celebrou os mil dias de seu governo | Foto: Mateus Bonomi/Agência de Fotografia/Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira, 27, durante cerimônia alusiva aos mil dias de seu governo, que as Forças Armadas não cumpririam eventual “ordem absurda” emitida por ele.

“As Forças Armadas estão ao meu comando, sim”, declarou o chefe do Executivo federal. “Se eu der uma ordem absurda, elas cumprirão? Não. Nem as minhas nem as de governo nenhum. As Forças Armadas têm de ser tratadas com respeito.”

Leia mais: “‘Estão dobrando a aposta’, diz Eduardo sobre críticas da imprensa a Bolsonaro”

-Publicidade-

“Quando criaram a pasta da Defesa, em 1999, não foi por necessidade militar; foi por imposição política, para tirar os militares deste prédio [Palácio do Planalto]”, disse Bolsonaro.

O presidente lembrou ainda das críticas que sofreu por escolher militares para o exercício de cargos importantes no governo. “Sim, é verdade; é meu círculo de amizade”, afirmou. “Assim como de outros presidentes foram outras pessoas, era o círculo de amizades deles.”

Leia também: “Após casos em comitiva, Bolsonaro testa negativo para a covid”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários Ver comentários

  1. Respondendo ao Paulo Renato, voto nulo ou em branco, é tudo que a esquerdalha quer dos “isentões” ou daqueles que votaram no Bolsonaro e agora por qualquer desculpa não votariam de novo, assim fica fácil para voltarmos a ser presidido pelo maior ladrão do país, depois quando o arrependimento bater, é tarde, infelizmente a Argentina não está servindo como exemplo, acorda pessoal.

  2. Ainda bem que essa declaração é uma prova que o Bolsonaro ainda está lúcido e com o juízo perfeito: As Forças Armadas não cumpririam uma eventual ordem absurda emitida por ele, nem ordem legal também, com isso ele acaba de dizer que seus seguidores estavam desejosos de que ele desse uma “ordem absurda”. Agora eu digo para esse cidadão: Se aquela legião de lunáticos que você mobilizou, tiver um mínimo de vergonha na cara, você não será reeleito de maneira alguma. Eu mesmo vou optar para o “VOTO NULO” e que se dane essa bagaça.
    Não vai promover mais uma nova motociata? Estou esperando.

  3. Qual o problema ter militares COMPETENTES no governo? Curiosamente depois de criado o Ministério da Defesa para colocar ministros civis no comando tivemos até Aldo Rebelo do PC do B.
    Curiosamente, FHC figura política decadente e nociva a este governo, que admirei no meu passado tucano, apesar de ser filho e neto de generais do Exercito, parece não ter qualquer admiração e estima por militares.
    Enfim, através de Bolsonaro conhecemos competentes e brilhantes militares da reserva no Congresso e no Executivo como Tarcísio de Freitas na Infraestrutura e Major Vitor Hugo deputado federal e militares da ativa no comando do Ministério da Defesa. Qual o problema se a maioria da população brasileira os admira e respeita?

  4. Se o presidente acredita que há entre os militares gente competente e confiável, é natural a presença de militares no governo. Nos governos lulistas instaurou-se a república sindical. Conhecemos o resultado.

  5. Falou tudo PRESIDENTE, como diz o ditado: “diga-me com quem tú andas que eu te direi quem tú és”. Assim fácil saber prq a maioria dos amigos de lula e Dilma foram presos, acusados de corrupção.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.