Frente parlamentar pela desoneração da folha de pagamento é lançada

Grupo é formado por 194 deputados e seis senadores
-Publicidade-
Evento na Câmara dos Deputados lançou a frente parlamentar pela desoneração da folha | Foto: Afonso Marangoni/Revista Oeste
Evento na Câmara dos Deputados lançou a frente parlamentar pela desoneração da folha | Foto: Afonso Marangoni/Revista Oeste

Foi lançada nesta quarta-feira, 14, em Brasília, a frente parlamentar mista em defesa da desoneração da folha de pagamento das empresas. O grupo é formado por 194 deputados e seis senadores. A ideia é encontrar meios para que a desoneração seja permanente e válida para todos os setores da economia.

A Oeste, o deputado Alexis Fonteyne (Novo-SP), que integra a frente, disse que a iniciativa, junto de outras, como a da Frente Parlamentar pelo Brasil Competitivo, mostra que o Congresso vive “uma onda muito positiva somada às iniciativas que estão vindo do governo”.

Leia mais: “Pacheco autoriza prorrogação da CPI da Covid”

-Publicidade-

“O excesso de oneração sobre a folha, ou seja, essa parte a mais que é calculada, que varia de 28% a 36%, é puro custo Brasil. É óbvio que parte dessa contribuição, de 20% para a Previdência, tem que ser paga de alguma outra forma. É aí que vem a discussão”, pontuou Fonteyne.

O deputado afirma que onerar é folha é algo maléfico, pois pesa sobre a iniciativa de contratar pessoas. “Você contrata e tem quase um castigo, quase uma punição.”

Paulo Guedes

Alexis Fonteyne avalia que a agenda econômica tem avançado no Congresso e no governo federal. O parlamentar destaca o trabalho que vem sendo feito pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

“Ele é maestro de uma série de áreas que tem que ser interligadas e que precisavam de um choque de gestão. Desse jeito, a gente evita aquelas disputas que tinham antigamente de vaidades entre ministros e aí nada acontecia. Ele aguentou o tranco, é um cara resiliente”, afirmou.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. O Brasil não merece parte dos políticos até então eleitos na onda das vitimizações dos socialistas.
    A liberdade Econômica, do cidadão e do livre mercado, associados a instrução mínima de qualidade para todo menor carente, essa custeada pela sociedade tanto quanto possível, é o caminho para o desenvolvimento do País.
    Por óbvio, também, a libertação do povo nativo da Amazônia que se vê refém da criminalidade, tanto quanto, na área urbana; tudo a favor da venda de notícias e das explorações acadêmicas e de estrangeiros cia ONG’s!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site