Geddel Vieira Lima desviou R$ 5,2 milhões em esquema de rachadinha, denuncia MPF

"Ficou claro que os assessores atuavam para suprir interesses domésticos do ex-ministro", informa a nota do Ministério Público O Ministério Público Federal (MPF) denunciou nesta quarta-feira, 4, o ministro da…
-Publicidade-

“Ficou claro que os assessores atuavam para suprir interesses domésticos do ex-ministro”, informa a nota do Ministério Público

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou nesta quarta-feira, 4, o ministro da Integração Nacional do governo Lula, Geddel Vieira Lima, seu irmão, Lúcio Vieira Lima e mais seis pessoas por peculato.

Segundo os procuradores da operação Greenfield, a dupla de irmãos gerenciava um esquema milionário de “rachadinha” em seus gabinetes. Os desvios de salários de assessores ultrapassaram R$ 5 milhões.

-Publicidade-

A descoberta foi feita na época das “malas do Geddel”, quando agentes da PF encontraram R$ 51 milhões em dinheiro vivo num apartamento alugado. O montante, portanto, seria do ex-ministro.

Para o MPF, 80% dos salários dos funcionários voltavam para os familiares de Geddel. “Ficou claro que os assessores atuavam para suprir interesses domésticos do ex-ministro”, informa a nota do Ministério Público.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.