Gilmar ironiza ministro que defendeu igrejas: ‘Os bobos ficaram fora da Corte’

O plenário retoma o caso nesta quinta-feira, 8
-Publicidade-
Mendonça (dir) voltou para a AGU depois de reforma ministerial
Mendonça (dir) voltou para a AGU depois de reforma ministerial | Foto: Reprodução/TV Justiça

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes insinuou que o advogado-geral da União, André Mendonça, não é qualificado. “Ouvindo a sustentação, parece que Vossa Senhoria veio para o julgamento direto de uma viagem de Marte”, disparou o juiz do STF, na quarta-feira 7, durante a sessão que tratou da reabertura de igrejas. O plenário retoma o caso hoje — Mendes votou pelo fechamento dos templos. Mendonça aproveitou a sessão de ontem de modo a tecer críticas à decisão do STF que deu aos prefeitos e aos governadores a palavra final sobre as estratégias de enfrentamento da covid-19. “Está havendo um certo delírio. É preciso que cada um de nós assuma a sua responsabilidade. Não tentemos enganar ninguém. Os bobos ficaram fora da Corte”, acrescentou o magistrado. Em artigo publicado no jornal O Estado de S. Paulo, o jornalista J.R. Guzzo afirma que o STF se prepara “para executar o pior ataque contra a liberdade de religião que o Brasil já sofreu”.

Leia também: “Puxando o tapete da democracia”, artigo de Guilherme Fiuza publicado na Edição 54 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

17 comentários

  1. Quanto à estadia do Mendonça no planeta Marte, até que concordo com o “Sapo Pantaneiro”. Parece que esse Mendoncinha estava em estado de hibernação naquele Ministério da Justiça e da InSegurança Pública… e sua consciência se transmutou para o planeta vermelho.

  2. O Mendonça ficou 1 ano calado no Min. Justiça assistindo a tantas inconstitucionalidades sem falar nada…agora cai de para quedas cheio de indignação. Um pouco tarde pra abrir a boca. Deixou esses tiranos rasgaram demais a constituição p se manifestar somente agora.

  3. O boçal e repugnante só sabe soltar bandidos e atacar os outros. Esse indivíduo tem moral abaixo de zero! O pior é que ele é outros do mesmo tipo ficarão por muito tempo no STF.

  4. Entre “os delírios” do Sr. André Mendonça, e as “verdades” de gilmar, NÃO TENHO DUVIDAS QUE O DELIRIO, É MAIS CONFIÁVEL.

  5. Em minha opinião, o Ministro André Mendonça não teve delírio algum! Acontece que sempre temos que aguardar o LOCAL certo e a HORA certa para dizer VERDADES, sob pena de não surtir qualquer efeito! O STF foi o local certo para os URUBUS ouvirem o que devem. Todavia, infelizmente, confirma-se a cada ação desse tribunal, que não nos representa, a sabedoria de velho ditado, segundo o qual “velhice não melhora ninguém, mas pode acentuar os defeitos” !!!!!

  6. A boçalidade, a falta de educação, a incompetência desse ministro é digna de estudos psiquiátricos. Como o Brasil não dá as contas para esse pseudo jurista? Até quando isso vai durar? Acho que uma PEC de iniciativa popular, diluindo essa corte e passando sua
    competência para o STJ, acabando com o 4º grau de jusrisdição no Brasil, seria salutar ao nosso tão sonhado desenvolvimento.

    1. Denilson, obrigado pela leitura e pelo comentário. No entanto, discordo de você. Embora nem todos os ministros do STF tenham sido aprovados em concursos da magistratura, são juízes, haja vista que julgam os casos que chegam à Corte. Abraços

  7. Falou o sapo mais odiado do Brasil, nenhum mal dura para sempre, todos um dia serão julgados por seus atos, teu dia chegará Gilmar Mendes, e espero que tu não tenhas oportunidade de se arrepender.

  8. Na boa… podem haver nomes melhores que o André Mendonça, mas eu gostaria muito mesmo que o Presidente Bolsonaro o indicasse para a vaga do Marco Aurélio, primo do Collor, só pra calar a boca do sapão nojento e fazer coro com o Kássio Nunes.

  9. Seria essa postura do Min falta de argumentos embasados na Lei maior. Parte para o ateque do interlocutor por falta de argumentação que sistente um voto contrário ao que preceitua a constituição?

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.