Girão anuncia coleta de assinaturas para criação de CPMI dos Estados e municípios

'Esses casos escandalosos podem ser apenas a ponta do iceberg', disse o parlamentar
-Publicidade-
senador Eduardo Girão (Podemos-CE).

 

Foto: Roque de Sá/Agência Senado
senador Eduardo Girão (Podemos-CE). Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) está coletando assinaturas de senadores e deputados para a instalação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para apurar desvios de recursos federais repassados a Estados e municípios.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 29, em discurso no plenário do Senado. Ele disse que a decisão foi tomada pois a CPI da Covid ignorou seu requerimento que buscava investigar denúncias de irregularidades nos outros entes federativos.

Leia mais: “Em sessão tumultuada da CPI, Hang nega ter financiado fake news”

-Publicidade-

“Esses casos escandalosos podem ser apenas a ponta do iceberg“, disse o parlamentar.

Girão disse esperar que, se for criado, o novo colegiado possa ter imparcialidade, “o que, infelizmente, essa CPI aqui do Senado não tem”. O parlamentar também disse que casos de corrupção “matam mais que o vírus”.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Independente de cpmi o q fazem, CGU,MP,PF etc.etc…..que ainda n apresentaram nada sobre as compras do consórcio nordeste e outra tantas irregularidades q todos sabemos q ocorreram. Dois anos de pandemia e muito pouco foi apresentado e ninguém condenado e preso. Manaus e compras do consórcio nordeste são casos escancarados de roubo e nada aconteceu aos assassinos de pessoas q ocorreu nesses casos.

    1. Essa é oportunidade de colocar o Brasil a limpo. Muito dinheiro foi desviado, um verdadeiro absurdo o que fizeram com o dinheiro público. Isso tem que ser passado a limpo, pois se responsáveis pela quantidade de mortes pela Covid 19, os verdadeiros responsáveis são os estados, que graças a decisão do STF o dinheiro destinado ao combate a pandemia ficou nas mãos dos governadores e prefeitos.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.