Girão propõe CPMI para investigar Judiciário

Esse tipo de comissão tem menos entraves burocráticos, o que facilitaria a instauração do processo
-Publicidade-
Girão participou do 'Oeste Sem Filtro'
Girão participou do 'Oeste Sem Filtro' | Foto: Reprodução/YouTube

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) revelou, nesta terça-feira, 6, em entrevista ao programa Oeste Sem Filtro, que pretende trabalhar pela instauração de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investigue as condutas dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

As comissões mistas, que reúnem deputados e senadores, têm menos entraves burocráticos. O processo de investigação seria mais rápido que o de uma comissão comum, segundo o parlamentar. “A CPMI não precisa pegar fila”, afirmou. “Ela tem mais agilidade. Temos de conseguir 27 assinaturas.”

-Publicidade-

Mais cedo, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), disse em plenário que não haverá tempo hábil para a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Abuso de Autoridade. Ele sugeriu ao autor da proposta, deputado federal Marcel van Hattem (Novo-RS), que tentasse assinaturas para a abertura de uma CPMI.

“Seria uma produção de trabalho sem efetividade”, argumentou Lira, ao rechaçar a proposta. “Sugeri a Vossa Excelência que, no início da nova legislatura, fizesse o mesmo trabalho para uma CPI mista. Neste caso, além de não ter nenhum tipo de entrave para sua instalação, para que ninguém possa ser tratado desta maneira, ela teria mais efetividade.”

CPI do Abuso de Autoridade

Em 22 de novembro, Van Hattem protocolou o pedido de uma CPI para investigar as decisões e os atos praticados por ministros do STF e do TSE. A solicitação precisava de 171 assinaturas para ser instaurada. Contudo, o parlamentar superou as expectativas e conseguiu o apoio de mais dez parlamentares.

Segundo Van Hattem, a comissão deve ser formada por 27 membros titulares, que vão conduzir a investigação em até 120 dias. “Foram inúmeras as violações de direitos e garantias individuais contra cidadãos brasileiros, políticos e contra pessoas jurídicas, perpetradas por ministros das Cortes Superiores”, argumentou o deputado, no requerimento. “Ou seja, perpetradas justamente por aqueles que teriam o dever de garantir o pleno exercício desses direitos, e não de violá-los.”

A CPI pretende apurar 1) a violação de direitos e garantias fundamentais, 2) a prática de condutas arbitrárias, sem a observância do devido processo legal e 3) a adoção de censura e atos de abuso de autoridade.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

11 comentários Ver comentários

  1. Como esse cidadão tem aparecido nas mídias nos últimos tempos. Tudo agora é com o Girão Falastrão ou Parlapatão que significa a mesma coisa. Parole, parole, parole… Sossega Girão!

  2. Com este ridículo Congresso Nacional em fim de farra a se vender à quadrilha por 10 vinténs é pura perda de tempo o Giräo szabe bem disto … deixa prá fevereiro que pode eu falei PODE até dar se näo se venderem é claro.

  3. A omissão do Senado e da Câmara tiveram um preço muito alto para esta nação

    Pelo q assisti na Audiência da CTFC, os Senadores podem dar voz de prisão a quem comete prevaricação! Em vez de esperar por Rodrigo colocar em pauta, deveriam AGIR, dando-lhe voz de prisão por prevaricação!

    Os deputados censurados e sem salário deveriam fazer a mesma coisa com Arthur Lira!

    Responsabilidades, compartilhadas!

    Nenhum dos dois fará nada pela nação!

  4. Foram imprevidentes, não cumpriram suas obrigações em tempo hábil, deixaram para a última hora, quando não dá mais tempo. Nem sei como o Lira foi condescendente em sugerir uma alternativa viável, então que se aproveite e arregacem as mangas.

  5. Senhor! Todo mundo já sabe que se hoje já vivemos uma juristocracia, imagine se o ladrão assumir, então! Será o partido único em ação. Cala boca geral de opositores. Cadeia a cada um divergente. Acabou o tempo dos parlamentares agirem. Agora só na raça para algo de efetivo vir a restaurar.a lei e a ordem da Nação ou viva o grande irmão!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.