Governador de SC se livra de ‘impeachment’ e promove mudanças na equipe

Carlos Moisés voltou ao cargo após ser absolvido por tribunal especial
-Publicidade-
Carlos Moisés: reforma do secretariado em retorno ao poder | Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom-SC
Carlos Moisés: reforma do secretariado em retorno ao poder | Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom-SC | carlos moisés - governador de santa catarina - processo de impeachment - secretariado

Carlos Moisés voltou ao cargo após ser absolvido por tribunal especial

carlos moisés - governador de santa catarina - processo de impeachment - secretariado
Carlos Moisés: reforma do secretariado em retorno ao poder | Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom-SC
-Publicidade-

Mudanças no alto escalão do Poder Executivo de Santa Catarina. Horas após ser reconduzido ao cargo de governador por ter sido absolvido em processo de impeachment, Carlos Moisés (PSL) iniciou trabalho de reforma do secretariado estadual. As primeiras alterações foram anunciadas na tarde de sexta-feira, 27.

Leia mais: “STF quer mandar até no perfil de Bolsonaro no Twitter”

Num primeiro momento, Moisés promoveu três mudanças. Atual chefe de gabinete do deputado Julio Garcia, presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, Eron Giordani foi anunciado como o mais novo chefe da Casa Civil. O jornalista Jefferson Douglas assume a Secretaria de Comunicação, enquanto Alisson de Bom de Souza volta a ser o Procurador-Geral do Estado.

Dessa forma, Moisés anula ao menos duas decisões tomadas enquanto a vice Daniela Reinerh (sem partido) esteve à frente da administração do Estado. Com o titular afastado desde o fim de outubro devido ao processo de impeachment (agora arquivado), ela havia trocado o comando da procuradoria e o secretário da Casa Civil.

Agradecimento e novo processo

Com o desfecho por parte do tribunal especial sobre o processo de impeachment, Carlos Moisés agradeceu ao apoio recebido e falou em união em prol de Santa Catarina. “Estejamos unidos para superar nossos desafios comuns, como sempre foi característica do povo catarinense”, publicou o governador em seu perfil no Twitter.

Os trabalhos do integrante do PSL à frente da administração catarinense poderão, contudo, ser interrompidos novamente. Conforme noticiou Oeste, ele responde a outro processo de impeachment. Dessa vez, recai sobre ele denúncia no âmbito do Covidão. Documento protocolado no Legislativo local em irregularidades em ações de combate à covid-19.

Mais: “Lava Jato vai denunciar advogados de Lula à ONU”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site