Governo de SP gastou 20% da verba aprovada para reforma das escolas

Dos mais de R$ 576 milhões disponíveis, apenas R$ 114 milhões foram usados
-Publicidade-
Cerca de 80% da verba disponível para reforma das escolas não foi usada
Cerca de 80% da verba disponível para reforma das escolas não foi usada | Foto: Divulgação/Governo de São Paulo

O governo de São Paulo gastou apenas 20% dos recursos aprovados para a reforma das escolas prevista para este ano, informou o portal G1. Segundo a execução orçamentária estadual, dos R$ 576,3 milhões que foram aprovados para melhorias físicas e manutenção das escolas em 2021, apenas R$ 114 milhões foram usados pela gestão tucana.

Leia também: “A geração das crianças traídas”, reportagem de Branca Nunes publicada na Edição 82 da Revista Oeste

A verba faz parte do programa Escola Mais Bonita, anunciado em 2019 pelo governador João Doria (PSDB) com investimento de pouco mais de R$ 1 bilhão para reformas estruturais nas instituições de ensino fundamental e médio ao longo de três anos. Durante a pandemia, o programa foi adaptado para também atender às necessidades de infraestrutura sanitária.

-Publicidade-

A dois meses do fim do prazo anunciado, o governo do Estado investiu R$ 618 milhões, pouco mais da metade do total.

Em nota, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo respondeu à reportagem de Oeste.

“A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) informa que do orçamento total relativo aos investimentos em infraestrutura, 73% do orçamento foi liquidado entre duas ações orçamentárias, a verba para  a operação da rede de Ensino Básica e a verba para realização de melhorias, manutenção e ampliação das escolas. O maior investimento foi realizado no PDDE Paulista, que as escolas utilizam para reformas menores e ações que garantem o retorno seguro às aulas. Os 20% se referem a apenas uma das ações, a que trata de  grandes reformas e depende de licitações para serem executadas.”
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. NÃO É PRECISO PENSAR MUITO: O RESTANTE DA VERBA SERÁ DEVIDAMENTE
    GASTO NA CAMPANHA ELEITORAL DO CALCINHA APERTADA!!! ELEMENTAR
    CARO WATSON!

  2. A mais ou menos 2 meses e 13 dias para o final do ano letivo, só foram gastos 20% da verba destinada para reforma das escolas, segundo informante da revista (não é fonte e sim informante). Alguém aí ainda tem alguma mínima esperança de que sairá algo nesse sentido dos cofres desse governo tucano? Se não reformaram quando as escolas estavam vazias, vão reformar logo agora que voltaram as aulas presenciais? Tem que acreditar muito nesse governadorzinho vigarista de vocês!

  3. Prioridades claras: fique em casa, crianças e adolescentes que cientificamente apresentam baixos riscos de quadros clínicos graves em consequência do vírus chinês foram tolhidas do direito ao ensino de qualidade, presencial, convívio com os colegas, sol, harmonia com as diferenças… A educação a gente vê depois!
    Embora todos ainda sejam obrigados a utilizar máscaras, as máscaras do faça o que eu digo, não faça o que eu faço, CAIU.
    O verdadeiro ensino se dá pelo exemplo e pelo serviço ao próximo!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.