-Publicidade-

Governo exonera Élcio Franco do cargo de secretário-executivo do Ministério da Saúde

O coronel estava à frente de algumas das principais ações da pasta de combate à pandemia de covid-19
O coronel Élcio Franco deixará o Ministério da Saúde
O coronel Élcio Franco deixará o Ministério da Saúde | Foto: Wallace Martins/Futura Press/Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro e o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, exoneraram o coronel Élcio Franco do cargo de secretário-executivo da pasta. Élcio era o número dois do órgão desde junho do ano passado, quando o general Eduardo Pazuello assumiu o comando do ministério interinamente, levando para lá vários militares para ocupar postos estratégicos. Élcio Franco estava à frente de algumas das principais ações do ministério de combate à pandemia de covid-19, como negociações por compra de vacinas, e era considerado pelos secretários estaduais de Saúde o porta-voz do órgão na crise de medicamentos que atinge praticamente todos os Estados do país. O coronel também tinha participação frequente nas entrevistas coletivas à imprensa sobre os temas da pandemia. A exoneração de Élcio foi publicada em decreto no Diário Oficial da União de ontem, sexta-feira 26. O documento não traz o nome do substituto do coronel. Segundo informações apuradas pelo jornal O Estado de S.Paulo, entretanto, Queiroga deve nomear o engenheiro Rodrigo Otávio da Cruz como secretário-executivo da Saúde. A escolha é uma tentativa de aumentar os quadros técnicos e melhorar a gestão do ministério, principalmente relacionada à logística de distribuição de vacinas.

Leia também: “Presidente recebeu ‘muito bem’ reivindicações de governadores, afirma Pacheco”

Com informações do Estadão Conteúdo

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Esse aí só era bom pra fazer nota oficial deixando o Governo ou outros Ministros em saia justa. Nunca na vida eu vi um Secretário do MS cobrar publicamente outro Ministério ou o próprio Governo de alguma coisa. Tipo, o cara não tem como falar isso pessoalmente não? Pro cara que faz parte do governo se comunicar com outros ministros ou com o próprio governo ele precisa recorrer à imprensa? Nunca vi um milico desrespeitar hierarquia. Mas o Brasil não é pra amadores. Tempos sombrios.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.