-Publicidade-

Ministro anuncia o ‘maior leilão rodoviário da história’

Tarcísio Gomes de Freitas fala em projeto de concessão de rodovia
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil | via dutra - leilão rodoviário histórico - ministro tarcísio gomes de freitas

Tarcísio Gomes de Freitas fala em projeto de concessão de rodovia

via dutra - leilão rodoviário histórico - ministro tarcísio gomes de freitas
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciou que o governo federal avançou para novo projeto de concessão da Via Dutra, como é conhecido o trecho da rodovia BR-116 que interliga as duas maiores cidades do país: São Paulo e Rio de Janeiro. Na noite desta quinta-feira, 5, ele indicou que a ação será histórica.

Leia mais: “Brasil terá mais de 100 leilões até 2022”

“Maior leilão rodoviário da história vai gerar R$ 14,5 bilhões em investimento, incluir led e monitoramento por câmera em toda via e ainda reduzir tarifa atual”, afirmou o ministro em postagem em seu perfil no Twitter. Para isso, ele informou que o projeto já foi protocolado pelo presidente Jair Bolsonaro ao Tribunal de Contas da União (TCU).

Freitas ainda garantiu que outra rodovia que passa pelos dois Estados do Sudeste será atendida pelo mesmo projeto. O ministro avisou que a Rodovia Rio-Santos (trecho da BR-101 entre os municípios de Santos e Rio de Janeiro) será incluída na concessão. Afinal, quem ganhar o leilão para administrar a Via Dutra terá de se comprometer a realizar a duplicação da Rio-Santos.

Promessa feita, promessa cumprida

Dessa forma, Tarcísio Gomes de Freitas mostra que — ao menos na parte relacionada à Via Dutra — promessa feita é igual a promessa realizada. Em setembro, ao ser entrevistado pelo editor-executivo Silvio Navarro, o ministro já havia garantido que a rodovia faria parte do projeto de “leilões históricos” a ser promovido pelo governo federal.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Não fossem as intervenções erráticas da esquerdalha, o Brasil estaria em patamar muito mais elevado neste governo. Daqui a pouco tem ações no STF para impedir o leilão. Morrem de inveja..

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês