Guilherme Fiuza lança novo livro nesta terça-feira

Em Passaporte 2030: o Sequestro Silencioso da Liberdade, o escritor e jornalista mostra que o mundo está mergulhando em um totalitarismo disfarçado de proteção à vida humana

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Guilherme Fiuza, jornalista e escritor
Guilherme Fiuza, jornalista e escritor | Foto: Reprodução/YouTube

O escritor e jornalista Guilherme Fiuza lançará nesta terça-feira, 30, seu mais novo livro. Trata-se de Passaporte 2030: o Sequestro Silencioso da Liberdade, que mostra como o mundo está mergulhando em um totalitarismo disfarçado de proteção à vida humana. O lançamento está marcado para as 19 horas, na Livraria Drummond, no Conjunto Nacional (SP).

Os ataques às liberdades baseiam-se na Agenda 2030, criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pelo Fórum Econômico Mundial. O documento estabelece, entre outras coisas, 17 metas que os países devem atingir até o fim desta década. A ideia é criar um mundo mais próspero e menos desigual, segundo os idealizadores.

-Publicidade-

“A chamada Agenda 2030 é uma representação vigorosa de dois valores marcantes do século 21: empáfia e futilidade”, escreve Fiuza, no livro. “Conseguir juntar empáfia e futilidade já é, por si, uma façanha — e esta é a alquimia da modernidade 2030: potencializar a falta de potência, encher de presunção a mediocridade.”

Há uma razão para as críticas. Isso porque o lema da Agenda 2030 é o seguinte: “Você não terá nada e será feliz”.

Fiuza
Livro de Guilherme Fiuza | Foto: Divulgação

Segundo Fiuza, essa ideia é um apetitoso convite de mentira. “Seria uma espécie de neorromantismo hippie, atualizado pela tecnologia, e que poderia soar até inspirador se não fosse falso”, diz o colunista de Oeste. “Mas a falsidade é um detalhe, como você felizmente já notou.”

O assinante pode ler uma resenha sobre o livro ao clicar neste link.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Carta de Luladrão à Revista Oeste:

    A todof of vornaliftaf da Revifta Oefte: eu goftaria de divêr que eu nun têiu língua prêva, que iffo é túdu mintira. Goftaria também de divêr que eu fô inofênti, não robêi a Petrobráif, nem a Eletrobráif, nem o BNDEF, nem o fítio de Atibaia, nem o tripéks do Guarujá, nem o apatamêntu de Fão Benádo, nem o Inftituto Lula, nem a conta na Fuífa (na Zoropa). Iffo túdu é facanávi duf meuf amígu currúptu, eu num fabía de nada diffo. É facanávi também do Férfio Môru, aqueli fuíf fiadaputa de Curitiba, onde fiquei doif ânuf prêvo naquêli frio abfurdo abafo di féro. Agora que o Effeteéfi (STF) mi foltô, eu fou inofênti e nun dêvo maif nada, péffo os vótuf di tôdof of leitôref da Revifta Oefte. Maf fi não quifé votá nimim, então fai tomá nukú tudumundu, feuf fafifta du caraio. Pusquê eu nuquéru fóto de niguêim, eu quero é diêro dufêif, bando de trôfa. Bêjo no coraffaum dufêif, e fai Curíntia !!!

  2. Já estou encomendando o meu pela internet! Fiuza, além de jornalista é um pensador atemporal, especialmente sobre esse momento que estamos vivendo de tentativa de implantação de uma Nova Ordem Mundial Vermelha, moldada sobre os pilares socialistas e comunistas totalitaristas. Sucesso, e que esta obra que simboliza a vontade, a opção,o direito basilar a liberdade de escolha, ao livre arbítrio pertencente a todo ser humano , possa chegar a todas as comunidades quem precisam dessa reflexão!

  3. Parabéns Fiuza! (Infelizmente não vou poder ir ao lançamento.) Espero que a sua voz e as vozes de quem a sua voz inspira, consigam mover algumas montanhas. Sucesso!

  4. Tudo se resume em retirar tudo do cidadão, todos seremos miseráveis, mão vai podder sair de casa, pois espalha vírus e comer insetos que são nutritivos.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.