‘Interferência indevida’, diz Lira sobre suspensão das emendas de relator

Presidente da Câmara deve se reunir ainda nesta segunda-feira, 8, com o comandante do STF, ministro Luiz Fux
-Publicidade-
Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, reagiu à decisão da ministra Rosa Weber, do STF
Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, reagiu à decisão da ministra Rosa Weber, do STF | Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

A decisão da ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), de suspender o pagamento das emendas de relator do Orçamento de 2021 foi uma “interferência indevida” do Judiciário em um assunto interno do Parlamento. A avaliação é do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

“Eu avalio a decisão da ministra Rosa Weber como uma interferência indevida em questões internas do Congresso Nacional”, criticou Lira em entrevista ao blog do jornalista Valdo Cruz, no G1. “Vamos nos encontrar com o presidente [do STF, Luiz] Fux para evitar um choque entre as duas instituições. Vamos buscar uma solução. Estou atuando como bombeiro nesta questão”, completou o deputado.

-Publicidade-

O encontro entre Lira e Fux deve acontecer ainda nesta segunda-feira, 8. Para o presidente da Câmara, o Congresso não pode aceitar a decisão da ministra do STF, mas estaria disposto a discutir os critérios para a liberação dos recursos referentes às emendas. Neste ano, o valor desses pagamentos atinge quase R$ 17 bilhões (R$ 11 bilhões para deputados e quase R$ 6 bilhões para senadores).

Diferentemente das emendas individuais, que seguem critérios específicos e são divididas de forma equilibrada entre todos os parlamentares, as emendas de relator são definidas em conjunto pelo próprio relator e os presidentes da Câmara e do Senado.

Ao tomar sua decisão, Rosa Weber encaminhou o assunto para ser analisado pelo plenário virtual da Corte. A sessão deve ocorrer ainda nesta semana, entre terça-feira 9 e quarta-feira 10.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

27 comentários Ver comentários

  1. É liraaa, acabou a farra com dinheiro público das emendas, vai ter informar, transparência e dizer onde vão parar os 16,8 bilhoes de reais das emendas, orçamento secreto, só na ditadura militar, as viúvas estão sedentas pra esse dia voltar, inclusive você ne kkkkkkkkkkkk

  2. Ao invés de ater-me à questão financeira, me veio à mente a questão de Daniel Silveira e Roberto Jefferson.
    Arthur Arthur Lira podia ter tomado a mesma decisão quando ambos foram presos.
    Motivos: Foro Privilegiado e a inconstitucionalidade dos fatos.

    Os bilhões “falam mais alto”!
    Trair os colegas e a população não tem problema.

  3. Lembrando Jânio Quadros no episódio do prefeito em colisão com o Arcebispo D Paulo Evaristo Arns. Disse Jânio:
    “Não tentarei decifrar o mistério da Santíssima Trindade, porque leigo.
    Não interferirá nos assuntos da Prefeitura, porque leigo”
    É o caso do questionamento da Ministra:
    Judiciário julga.
    Legislativo legisla.
    É o preceito imposto pela CF.
    E ponto final.

  4. O Congresso não pode em regime de urgência revogar a PEC da BENGALA que afastaria de imediato Rosa Weber e Lewandowsky? Que mulheres esquisitas estão no STF. Rosa Weber provocadora desde a posse de Bolsonaro, e Carmem Lúcia admiradora do ativista Caetano Veloso que odeia Bolsonaro. Qual é a segurança jurídica para investidores no país com essas notáveis do Supremo?

  5. Esse STF é composto por limitadíssimas criaturas que sequer enxergam seus limites institucionais, e que vão levando o País para um curso extremamente perigoso e desnecessário.
    A culpa não é deles, pois são o que são!
    A culpa é na forma como se conduz alguém à Ministro da Suprema Corte e, nesse caso cumulativamente danoso, por quem!
    Não podemos continuar permitindo que as cadeiras de Ministros do Supremo sejam preenchidas por qualquer um desde que tenha o diploma de Bacharel em Direito.
    Loucura continuar assim se pretendemos ser um País sério!
    Atualmente, o STF se arvorou em decidir tudo acerca do Executivo e do Legislativo, ele é que governa o país de maneira absolutamente inconstitucional, tomou o poder indevidamente num golpe branco de toga!

  6. Olha, nunca o STF trabalhou tanto para a Nação.
    Olha, nunca a imprensa comunista escrita e falada, capitaneada por band, tv cultura, globolixo, CNN, folha, rádio Itatiaia BH trabalhou tanto para a Nação.

    Olha, alguém sabe explicar o porque não faziam nadinha antes de 2.019?

    Se tivessem esse comportamento pós revolução comunista de 1.988, já tínhamos deixado de ser o país do futuro, e seríamos primeiro mundo de sobra!!!

    Sequer tínhamos levado aquela lambada de 7 x 1 na copa do mundo, lá no Mineirão!!!

    FHC, Lula e Dilma, além do Michel Temer não teriam sido os piores presidentes que o País já teve.

    Não teríamos o STF que temos hoje.

    Césari Battisti já estaria cumprindo sua prisão perpétua desde que foi pego por aquí.

    Quantos fatos hem? Não conheceríamos o Mensalão, o Petrolão e a traição do Moro/PSDB.

  7. Qualquer leigo sabe que isto não é da alçada do STF. Neste país tudo tem sido judicializado, para atender um propósito que acaba prejudicando o povo brasileiro. Ninguém mais! Vamos corrigir isto nas próximas eleições, escolhendo candidatos ficha limpa e sem suspeição por ações que os beneficia na Justiça. Vamos mudar as peças do tabuleiro. Queremos independência entre os Poderes!

    1. 20 milhões de pobres e miseráveis AMEAÇADOS POR SABOTADORES DO BRASIL, que trabalham nos bastidores: PACHEQUIM, MORO, CIRO, LULA, STF e o CONSÓOOORCIO de imprensa.

    1. E no congresso! Dezessete bilhões na mão dos “relatores” para usar ao bel-prazer, sem prestar contas?? Destrato a “excelsa corte”, porém apoio essa medida da divindade de preto.
      Obs: 17.000.000.000,00?do dinheiro dos pagadores de impostos nas mãos dos lyras, pachequinhos, renans, azizes, barbalhos e cia ilimitada…
      É isso que desejam?

  8. Espero que a coragem do presidente da Câmara dos Deputados se faça presente sempre que QUALQUER indevida interferência ocorra por parte do moralmente combalido STF. Quando pensamos no presidente Lira, uma brisa de esperança refresca todos nós e nos vem à mente a ilusão perdida com o Pacheco e suas covardes e desanimadoras atitudes na presidência do Senado Federal.

    1. Estão protestando porque não enfiarão a mão na grana! Não estão nada preocupados com interferência entre poderes. Nenhuma das quadrilhas que habitam a praça dos três poderes (?) tem um mínimo de moral, e o povo idiota defendendo as raposas que estão a comer as suas galinhas…

  9. O Fulaninho de tal Pacheco, presidente do Senado, deveria se espelhar no Presidente da Câmara, Deputado Lira e, não aceitar bovinamente tudo q. o STF. decide sobre assuntos exclusivamente de competência do Senado. É um “Frouxo” ou conivente?!.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.