Judiciário e Legislativo vão discutir as eleições 2020

Presidentes da Câmara e do Senado vão ao Tribunal Superior Eleitoral para falar sobre o pleito deste ano
-Publicidade-
Sede do TSE em Brasília servirá de palco para discussões sobre as eleições deste ano | Foto: ROBERTO JAYME/ASCOM/TSE
Sede do TSE em Brasília servirá de palco para discussões sobre as eleições deste ano | Foto: ROBERTO JAYME/ASCOM/TSE | tse - eleições 2020 - roberto jayme - ascom - tse

Presidentes da Câmara e do Senado vão ao Tribunal Superior Eleitoral para falar sobre o pleito deste ano

tse - eleições 2020 - roberto jayme - ascom - tse
Sede do TSE em Brasília servirá de palco para discussões sobre as eleições | Foto: ROBERTO JAYME/ASCOM/TSE
-Publicidade-

O Brasil pode chegar ao fim de semana com novidades sobre o calendário eleitoral deste ano. Isso porque os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, têm compromisso agendado para amanhã no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os dois representantes do Legislativo irão, assim, se reunir com integrantes do poder Judiciário.

Leia mais:Nova York cancela primárias de 23 de junho

A reunião foi divulgada pelo senador Weverton Rocha (PDT-MA). Na mensagem em que felicitou Luís Roberto Barroso por ter assumido a presidência do TSE, o parlamentar anunciou o encontro. “Vamos visitar o ministro Barroso, novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, para dar os parabéns a ele, que acaba de assumir a presidência daquela corte, e também começar a trocar impressões e tratar de um futuro acordo, que será definido no dia 30 de junho, sobre as eleições de 2020”, afirmou o congressista, de acordo com a Agência Senado.

“[Vamos] começar a trocar impressões e tratar de um futuro acordo”

Rocha, contudo, não detalhou quais serão os temas relacionados ao pleito deste ano que serão debatidos por Alcolumbre, Barroso e Maia. Sabe-se, porém, que a possibilidade de adiar as eleições já está sendo ventilada — tanto no Congresso Nacional, quanto entre a população em geral. O mesmo senador Rocha chegou a dizer, segundo a Agência Senado, que tal decisão poderia ser tomada no início do segundo semestre.

Assunto em alta

Em meio à pandemia da covid-19, a busca via Google Brasil por “eleições adiadas” chegou ao ápice na última semana. Foi, assim, de zero a 100 em nível de interesse, conforme definição na plataforma Google Trends. De junho de 2019 até a segunda semana de março deste ano, o assunto não tinha nenhuma incidência de pesquisa.

Com o crescente interesse em relação ao tema, pesquisa CNT/MDA foi realizada. De acordo com o levantamento, que ouviu mais de 2 mil pessoas por telefone, a maioria absoluta da população se mostra favorável ao adiamento das eleições deste ano. Divulgado há duas semanas, o resultado da pesquisa aponta que 62,5% dos entrevistados defendem que o pleito não ocorra mais em outubro, pois imaginam que poderá haver problemas com o novo coronavírus. Parte dessa possibilidade, Barroso descartou fazer tal prorrogação, ao menos por ora, conforme informa Oeste.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site