Juiz não vê crime em capa de revista que associou Bolsonaro a Hitler

Ministério da Justiça tentava abrir um inquérito
-Publicidade-
Capa da revista <i>Istoé</i> contra o governo | Foto: Reprodução
Capa da revista Istoé contra o governo | Foto: Reprodução

A capa da revista Istoé, que associou o presidente Jair Bolsonaro a Adolf Hitler, não é criminosa. Esse é o entendimento de Frederico Botelho de Barros Viana, juiz da 10ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal.

Na quarta-feira 24, o magistrado determinou o trancamento de inquérito requerido pelo Ministério da Justiça. A pasta tentava investigar irregularidades cometidas pela publicação contra Bolsonaro.

“Não se verifica a existência de qualquer indício, mínimo que seja, a justificar a existência de procedimento investigatório”, argumentou Viana. “A reportagem enfatiza alegações feitas pelo senador Renan Calheiros.”

-Publicidade-

Conforme noticiou a Revista Oeste, em uma sessão na Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19, o parlamentar alagoano comparou práticas de Bolsonaro a experimentos de Hitler.

“As informações apresentadas e suas reflexões são da garantia de liberdade de manifestação do pensamento e da liberdade de imprensa”, sustentou Viana. “A continuidade do inquérito consiste em flagrante ilegalidade.”

Bolsonaro e Hitler

Na capa da edição, a revista retratou Bolsonaro com a palavra “genocida” escrita sobre o lábio superior, como se fosse o bigode característico de Hitler. O título da capa informa: “As práticas abomináveis do mercador da morte”.

Leia também: “O tombo da velha mídia”, reportagem publicada na Edição 54 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

25 comentários Ver comentários

  1. Isso não é um ataque às Instituições?. O STF não poderia ser provocado diretamente pelo ministério da Justiça, ou quando de trata de ato contra Bolsonaro e a Presidência da República, fica na mão de um juizinho desses? Por que não vai para o inquérito do “fim do mundo” do Alexandre de Moraes para fechar a revista, ou tomar medidas coercitivas?.

  2. Se fizerem algo semelhante com o SS Alexandre Moraes, ele fecha a revista, confisca as contas bancárias, expede um “mandado de prisão em flagrante” do editor, põe os outros jornalistas na lista de procurados da Interpol, quebra os sigilos de parentes até terceiro grau, e proíbe qualquer pessoa, no Brasil e no exterior, de falar ou publicar qualquer coisa sobre esse assunto nas redes sociais. Ditadura é ditadura, o resto é apenas… bolsonarice.

    Esclarecimento, antes que eu não caia em desgraça. SS significa “Sinistro do Supremo”.

  3. Alguma surpresa? Para mim nenhuma, agora deixa fazer uma igual de alguém da esquerda maldita para em minutos os togados já determinarem a prisão.

  4. É gritante a diferença de tratamento dos que agridem nossa autoridade máxima eleito pelo voto dos que agridem de alguma forma ministros deuses supremos intocáveis acima de todos indicados em sua grande maioria pela esquerda O nosso judiciário inteiro foi aparelhado fato. Se a capa da já foi faz tempo ai fosse de um deles seria fechada e os donos presos e perseguidos

  5. Ficou engraçado. O problema não é esse, e sim a vigarice de alguns jornalecos em promover ttotal inversão da realidade, já que comparam o Bolsonaro a um ditador, sendo que raras vezes houve tanta liberdade do que quer que seja como hoje, pelo menos da parte do presidente. Já algumas ditas “instituições”, essas sim, se comportam como ditadores.

  6. Talvez esse juiz seja apoiador de Hitler. Ou é muito aberto a sistemas genocidas independente do protagonista. Cada um tem uma opinião. Por enquanto só os neonazistas devem achar que retratar, qualquer pessoa que seja como Hitler é normal e não vê nenhuma irregularidade nisso. O mundo está cheio de gente esquisita.

      1. Deve ser filho de chocadeira, se fosse de ser humano, teria um pouco de vergonha.

  7. kkkkk
    Eu achei até interessante!!!
    Vi até uma simulação que fizeram com alguns iluministros do semi-presidencialismo e achei super interessante.
    Superinteressante, esta é a revista!!!
    E juízes, os do V.A.R. tem trabalhado intensamente.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.