Juíza manda para regime domiciliar um dos principais chefes do tráfico do Rio

'Não há como prolongar injustificadamente a permanência do condenado na cadeia', sustentou a magistrada
-Publicidade-
Isaia do Borel, ao ser solto - 16/08/2022 | Foto: Reprodução
Isaia do Borel, ao ser solto - 16/08/2022 | Foto: Reprodução

A juíza Beatriz de Oliveira Monteiro, da Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, concedeu prisão domiciliar a Isaías da Costa Rodrigues, conhecido como “Isaias do Borel”, um dos principais chefes do tráfico do Rio. Borel foi condenado a 30 anos de cadeia.

-Publicidade-

Segundo a magistrada, não há como “prolongar injustificadamente” a permanência do condenado na penitenciária. “Não há amparo constitucional para, em sede de execução penal, prolongar injustificadamente o cumprimento de pena em regime mais gravoso como forma de punição ou como recurso de segurança pública”, argumentou a magistrada.

Em outro trecho da decisão, a juíza reconheceu o “extenso histórico penal” de Isaías. De acordo com ela, isso evidencia “intensa participação em atividade criminosa” e rendeu a Isaías oito condenações e mais de três décadas na prisão.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

33 comentários Ver comentários

  1. Depois que esse criminoso estiver a salvo da polícia num dos morros cariocas é possível que essa sentença seja anulada. Não dá para considerá-lo como primário, mas isso não tem importância.

  2. E o juiz quer prender quem disser que digitou um numero e apareceu outro na urna eletrônica.
    Esse vagabundo roubou,matou,destruiu famílias e não se regenerou é a terceira vez que é solto e pode marcar vai voltar se não o matarem na favela.

  3. E um erro inominável dos juízes e ministros do STF. Por analogia, pessoas foram presas e exiladas em nome da “segurança” por ataques ao regime antidemocrático. Neste caso, como outros, juízes dessa espécie horrenda não oficiam o delegado ou o colega que trata da execuções penais, que em cinco dias informem porque o criminoso ainda está preso nessas condições. O zelo processual foi pro espaço juntamente com a onda da incompetência judicial e o ódio ao povo e as contribuintes.

    1. E o q mais me irrita é a calma da população, uns preocupados com series na NETFLIX sobre viados e lesbicas e genero neutro e qq coisa q seja sobre cu e buceta, outros sobre futebol, uns imbecis analfabetos q chutam uma merda de bola, e outros para famosos q são uns imbecis filhos das putas.
      No fim, foda se todo mundo.

      1. Severo ! Seu comentário foi totalmente grosseiro e de baixo valor linguístico. Mas sua indignação foi muito bem colocada e deveríamos mesmo acordar para este tipo de absurdo cometido de forma recorrente pelo nosso judiciário com o argumento de que apenas cumprem a lei ! Faço minha a sua indignação! Abç

  4. Engraçado que a juíza reconhece o extenso prontuário do criminoso, mas isso não é fundamento para manter o vagabundo preso. Se o real perigo a sociedade, dado o histórico do cara, não é fundamento suficiente para a manutenção de um criminoso desse na cadeia, nada mais o é. Pobre Brasil, a deriva, sem leme

  5. A juíza está certa.Apenas cumpriu a lei.Quem não gostou deve cobrar do seu deputado que entre com um projeto para mudar o artigo 112 da Lei 7210(Lei de Execução Penal).
    Mas não é só o artigo 112 que deve ser revogado.Há outras barbaridades lá que só servem como incentivo à prática de delitos.

  6. Está seguindo o exemplo do sr. marco aurelio de mello ( com minúsculas mesmo) que soltou o André do Rappa !!! Justiça de bosta .. de merda !!! Não está dando mais pra aguentar um troço desses !!!

  7. É. Esse é o judiciário brasileiro atual… Uma decisão cheia de frases de efeito, recheada com alguma lacração, e que, ao fim e ao cabo, põe na rua um bandido de altissima periculosidade… VERGONHA!

  8. Comentar mais o que de uma justiça falida, militante de esquerda. Pra eles bandido bom é bandido solto. O cidadão de bem, que trabalha pra pagar os impostos nesse País, que sustentam essa corja de parasitas do estado e da justiça, eles querem mais que se foda.

  9. Imagino se o coitado do apenado matar um filho da piedosa juíza. Será que ela vai continuar dando essas sentenças? Se a pena foi 30 anos deveria cumprir a pena. Não se trata de um jovem traficante como Barroso ama, mas um facínora além da dúvida.

  10. Isso faz parte de um plano da elite política corrupta, que se apoia no tráfico, para fortalecer o constitucionalismo propugnado pelo judiciário militante, e manter-se no poder de qualquer maneira. Recomendo a leitura do livro “Sereis como deuses: o STF e a subversão da justiça”.

  11. Kkkkkk… Que gracinha essa juíza!!! Ela deve gostar muito de bandido. Vamos ver como ela agirá o dia em que seu filho ou filha for vítima dessa quadrilha.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.