Julgamento sobre obras da Petrobras tem voto que condena Dilma a pagar R$ 300 mil

Ex-presidente da República é personagem em caso analisado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM)
-Publicidade-
Dilma Rousseff na época em que era presidente da República (e conselheira da Petrobras) | Foto: ARQUIVO/PALÁCIO DO PLANALTO
Dilma Rousseff na época em que era presidente da República (e conselheira da Petrobras) | Foto: ARQUIVO/PALÁCIO DO PLANALTO | cvm - dilma rousseff - multa - petrobras

Ex-presidente da República é personagem em caso analisado pela Comissão de Valores Mobiliários

cvm - dilma rousseff - multa - petrobras
Dilma Rousseff na época em que era presidente da República (e conselheira da Petrobras)
Foto: ARQUIVO/PALÁCIO DO PLANALTO
-Publicidade-

Primeiro a votar no caso em que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão que rege o mercado financeiro no Brasil, analisa a construção da Refinaria Abreu e Lima (PE), o diretor Henrique Machado decidiu-se pela condenação de Dilma Rousseff. De acordo com ele, que é o relator do tema na CVM, a ex-presidente falhou no dever de então integrante do conselho de administração da estatal.

Leia mais: “Dilma afirma que Folha publica notícias falsas”

Nesse sentido, Machado entende que a petista deve pagar R$ 300 mil por ter “faltado com seu dever de diligência na supervisão dos controles internos da Petrobras”. O diretor da CVM votou pela multa de mesmo valor para os outro sete membros do conselho de administração da Petrobras na época da aprovação da construção da refinaria em Pernambuco. Ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega integra a lista, assim como o ex-presidente da petrolífera Sergio Gabrielli.

Machado foi, no entanto, o único a votar no julgamento iniciado hoje. Isso porque o também diretor da CVM, Gustavo Gonzalez, pediu vistas. Dessa forma, o assunto não tem data para voltar a ser analisado pela CVM.

Outra obra

Henrique Machado também foi o único da CVM a votar hoje em outro assunto relacionado a mais uma obra da Petrobras. E com Dilma Rousseff novamente envolvida: a construção do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro. Nesse, contudo, ele votou por absolver a ex-presidente da República.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comments

  1. A responsabilidade de agentes públicos deverá ser apurada sob todos os aspectos e cobrada indenização e/ou penalidade quanto claro o dolo, má-fé e negligência.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site