Justiça autoriza Suzane Von Richthofen a cursar faculdade

Liminar foi concedida pelo desembargador José Damião Pinheiro Machado Cogan, da 5ª Câmara de Direito Criminal do TJ-SP
-Publicidade-
Suzane Von Richthofen foi condenada a 39 anos de prisão
Suzane Von Richthofen foi condenada a 39 anos de prisão | Foto: Reprodução/Mídias sociais

O Tribunal de Justiça de São Paulo autorizou Suzane Von Richthofen, condenada a 39 anos de prisão pela morte dos pais, a deixar a prisão para cursar farmácia na Universidade Anhanguera, em Taubaté, interior de São Paulo.

A liminar foi concedida pelo desembargador José Damião Pinheiro Machado Cogan, da 5ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, na sexta-feira 10. Com a decisão, Suzane poderá deixar a unidade prisional a partir das 17 horas, tendo de retornar às 23h55.

O Ministério Público foi contra a autorização, argumentando que a segurança de Suzane não estaria garantida. De acordo com o promotor, “ninguém pode assegurar proteção absoluta à paciente em razão da prática de eventual delito”.

-Publicidade-

Suzane obteve nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para cursar o ensino superior.

Leia também: “A Lei Fachin por trás do massacre”, reportagem de Silvio Navarro publicada na Edição 60 da Revisa Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro