Justiça condena mãe de Geddel por caso dos R$ 51 milhões

Marluce Quadros foi enquadrada por lavagem de dinheiro e associação criminosa
-Publicidade-
Parte das malas de dinheiro apreendido em apartamento da família Vieira Lima em Salvador
Parte das malas de dinheiro apreendido em apartamento da família Vieira Lima em Salvador | Foto: Divulgação/Polícia Federal

A mãe do ministro Geddel Vieira Lima e do ex-deputado federal Lúcio Vieira Lima entrou para a lista de figuras condenadas pela Justiça brasileira. Em decisão de janeiro, mas divulgada somente nesta quarta-feira, 3, Marluce Quadros Vieira Lima foi considerada culpada pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa. A condenação refere-se ao caso em que agentes da Polícia Federal (PF) apreenderam R$ 51 milhões em malas que estavam em um apartamento da família Vieira Lima em Salvador (BA). A operação ocorreu em setembro de 2017.

Leia mais: “Pelo 2º ano consecutivo, TJ-MT dobra auxílio-alimentação de funcionários”

-Publicidade-

A decisão contrária a Marluce foi tomada pela Justiça Federal do Distrito Federal. Pelos dois crimes, ela acabou condenada a dez anos de prisão. De acordo com o portal R7.com, a investigação do caso reuniu provas contra a mãe de Geddel até por meio de análises de papiloscopistas, que investigam impressões digitais. A defesa dela contesta as provas entregues à Justiça. Marluce recorre em liberdade — diferentemente de seu filho Geddel, que está preso há mais de três anos.

[Ela] teve participação nos mesmos delitos de lavagem, associando-se aos filhos, e com atuação pró-ativa e efetiva no recebimento, movimentação e depósito de dinheiro”, afirma o juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, em trecho de sua sentença. “[Teve] a finalidade de ocultar e reintroduzir no mercado o dinheiro obtido de modo ilícito pelos filhos na qualidade de agentes públicos”, complementa o magistrado.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site