Justiça de SP condena Prevent Senior a pagar quase R$ 2 mi a família de paciente

Empresa é alvo da CPI da Covid
-Publicidade-
Prevent Senior é alvo da CPI da Covid e de setores da imprensa
Prevent Senior é alvo da CPI da Covid e de setores da imprensa | Foto: Divulgação/Prevent Senior

A Justiça de São Paulo determinou nesta semana, em decisão liminar, que a Prevent Senior deposite R$ 1,9 milhão para o paciente Carlos Alberto Reis, de 61 anos, que fez uso do “kit covid” depois de ser internado em uma unidade hospitalar da operadora de saúde na capital paulista.

Na época de sua internação, Carlos foi transferido para o Hospital Israelita Albert Einstein, por opção da família, para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele teve alta dois meses após ser internado.

Leia mais: “Prevent Senior é autuada pela ANS”

-Publicidade-

A decisão, proferida pelo juiz Guilherme Santini Teodoro, da 30ª Vara Cível, foi assinada na última segunda-feira, 27, e publicada na quarta-feira 29. O magistrado determinou que a empresa deposite em juízo os quase R$ 2 milhões em até cinco dias.

Cabe recurso.

Ofensiva contra a Prevent Senior

A operadora de saúde é um dos alvos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, que visa a apurar supostas ingerências do governo federal e de empresas durante a pandemia.

Em oitiva realizada na semana passada, o diretor-executivo da Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Junior, negou que a companhia tenha coagido seus profissionais a aplicar o tratamento precoce para atender a interesses político-partidários. Oeste explicou o caso aqui.

Críticas à CPI e à imprensa

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) criticou a maneira como a CPI da Covid conduz os trabalhos. “Em mais de 20 anos de advocacia, nunca vi o advogado substituir o cliente”, afirmou a parlamentar, referindo-se a Bruna Mendes dos Santos Morato, que fez acusações à Prevent Senior em depoimento realizado na terça-feira 28. “Mas a CPI admite tudo.”

Setores da imprensa não foram poupados. De acordo com a deputada, a cobertura jornalística sobre o imbróglio envolvendo a operadora de saúde também deixa a desejar. “Não conheço os donos da Prevent, mas conheço muitos pacientes”, disse Janaina. “Como ficarão essas pessoas? Poderão pagar o triplo em outro plano? Entrarão na fila do SUS? Já há algum grupo preparado para assumir o lugar? A imprensa costumava ser mais curiosa!”

Fundada em 1997, a Prevent Senior oferece planos para todas as idades, mas se especializou no atendimento de idosos.

Leia também: “MP-SP amplia força-tarefa para investigar a Prevent Senior”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.