Justiça mantém proibição a showmício de Caetano

Cantor chegou a anunciar live para arrecadar dinheiro para
-Publicidade-
Caetano Veloso: cantor se diz censurado pela Justiça Eleitoral | Foto: Reprodução/Instagram/Globo
Caetano Veloso: cantor se diz censurado pela Justiça Eleitoral | Foto: Reprodução/Instagram/Globo | caetano veloso - showmício - justiça eleitoral

Cantor chegou a anunciar live para arrecadar dinheiro para dois candidatos da esquerda

caetano veloso - showmício - justiça eleitoral
Caetano Veloso: cantor se diz censurado pela Justiça Eleitoral | Foto: Reprodução/Instagram/Globo

Realizar apresentação musical por meio de live com o intuito de arrecadar verba para candidatos políticos é showmício, mesmo que o evento on-line seja restrito a quem pagar pelo “ingresso”. Esse é o entendimento que ficou da sessão virtual realizada na tarde de hoje pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS). O órgão julgou o caso da transmissão anunciada por Caetano Veloso em favor das campanhas a prefeito de Manuela D’Ávila (Porto Alegre) e Guilherme Boulos (São Paulo). Por maioria, a proibição da live foi mantida.

-Publicidade-

Leia mais: “Expulso do Novo, candidato à prefeitura de SP reclama de Amoêdo e ‘capangas’”

Por quatro votos a três, o TRE-RS manteve o entendimento do juiz Leandro Figueira Martins, da 161ª Zona Eleitoral de Porto Alegre. No dia 10, o magistrado deu parecer favorável à ação movida pela equipe do candidato do PP à prefeitura da capital gaúcha, Gustavo Paim, que apontou ilegalidade na live anunciada pelo cantor e compositor baiano em favor das campanhas da integrante do PCdoB e do político do Psol. O juiz afirmou que houve violação à legislação eleitoral. Ele ainda determinou a exclusão de todas as artes divulgadas nas redes sociais sobre a apresentação de Caetano.

Apesar de o artigo 39 da legislação eleitoral em vigor no país afirmar, em seu parágrafo 7º, que é “proibida a realização de showmício e de evento assemelhado para promoção de candidatos, bem como a apresentação, remunerada ou não, de artistas com a finalidade de animar comício e reunião eleitoral”, o cantor e compositor baiano se viu como vítima de censura. Além de manter no ar as peças de divulgação da live, ele recorreu da decisão tomada pela Justiça. Nesta semana, o artista chegou a comemorar o parecer do Ministério Público Eleitoral, que apresentou relatório favorável à apresentação em prol de Manuela e Boulos.

Rumo ao TSE

O parecer de hoje do TRE-RS não deve ser o último capítulo da proibição do showmício de Caetano Veloso para impulsionar financeiramente as candidaturas de uma comunista e um socialista. Advogado da campanha de Manuela D’Ávila, Lucas Lazari informou no início da noite que recorrerá. Dessa forma, prometeu levar o caso para análise do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Essa é uma luta que pertence a todos que defendem o direito dos artistas se manifestarem politicamente”, comentou o advogado em vídeo divulgado em seu perfil no Instagram — rede social em que, por exemplo, o cantor baiano segue manifestando suas preferências políticas.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

  1. A esquerdalha desesperada por dinheiro nos leva à seguinte pergunta, pq não fazer uma campanha como a de Bolsonaro? Resposta simples: não dá pra mentir de graça. A corja esquerdalha só tem fracassos para mostrar, logo, mentir é preciso e para isso, precisa-se de dindin. Perceberam?

    1. Exato, fora o fato que trabalham com fantasias, com a maioria de leigos, incautos, jovens e adolescentes, ou seja, não são do nicho das pessoas do mundo real que trabalham duro para produzir o pão que chega às mesas todos os dias dos brasileiros.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site