Kim critica bolsonaristas e petistas por aumento de salário de policiais do DF

Articulada pela bancada do DF, medida provisória que reajusta salário de agentes de segurança foi aprovada por deputados [caption id="attachment_314797" align="alignnone" width="1024"] O reajuste é de 25% na Vantagem Pecuniária…
-Publicidade-
Deputado pretende vetar contratação de ficha-suja com fundo partidário
Deputado pretende vetar contratação de ficha-suja com fundo partidário | Deputado pretende vetar contratação de ficha-suja com fundo partidário

Articulada pela bancada do DF, medida provisória que reajusta salário de agentes de segurança foi aprovada por deputados

reajuste salarial
O reajuste é de 25% na Vantagem Pecuniária Especial (VPE), devida a policiais militares e bombeiros | Foto: Vinícius de Melo/Agência Brasília

O deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) criticou deputados bolsonaristas e petistas após aprovação da medida provisória que concedeu reajuste para os policiais e bombeiros do Distrito Federal pela Câmara dos Deputados. Com tendência de aprovação, a MP 971/2020 será votada pelo Senado amanhã, terça-feira 22.

-Publicidade-

“Bolsonaristas votando junto com petistas para aumento de privilégios. O bolsopetismo a todo o vapor. Paulo Guedes fez todo jogo de cena para congelar salário de servidores, e agora os mesmos deputados que defenderam o congelamento votaram pelo reajuste do DF”, disparou Kim.

O impacto anual estimado do aumento é de pouco mais de R$ 519 milhões, dos quais R$ 370 milhões para atender a 16.271 policiais militares ativos, 14.214 inativos e 3.505 pensionistas. Na Polícia Civil, R$ 149 milhões suportarão o reajuste de 4.185 servidores ativos, 4.233 aposentados e 1.047 pensionistas.

O montante sairá do Fundo Constitucional do Distrito Federal, bancado pela União, que reserva neste ano R$ 15,73 bilhões para o governo do DF cobrir gastos com segurança pública, saúde e educação.

De acordo com o relator da MP na Câmara dos Deputados, deputado federal Luis Miranda (DEM), a medida não significa um aumento salarial, mas, sim, uma recomposição. “As forças de segurança estão há sete anos sem revisão dos proventos”, argumentou Miranda.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Sei que qualquer comentário aqui contra a matéria apresentada vai geral até ofensas pessoais, portanto não vou falar nada contra o aumento para os policiais . Gostaria que a Revista Oeste ,por gentileza, fizesse uma pauta sobre o salário dos professores do DF. Há quanto tempo os profissionais da educação não têm reajustes salariais. Nessa esteira sugiro investigar- caso a pauta sugerida seja um dia levada à sério- os seguintes tópicos:1-quanto ganha um professor da rede pública do DF na educação básica.2- Se há locação de auxiliares para os professores e professoras que ministram aulas para alunos pequenos com necessidades especiais como manda a lei.3-Qual a quantidade de alunos por sala de aula no DF na educação básica.4- Por que os professores não possuem plano de saúde.5- Por que as aulas à distância no período da pandemia dependeram quase que exclusivamente da ação voluntariosa dos próprios professores sem apoio estrutural e/ou logístico do DF. 6- Por que os professores e professoras do DF precisam elaborar suas aulas em casa por falta de computadores em número suficiente para os professores nas escolas. 7- Por que as Diretoras das escolas constantemente são obrigadas a realizar festinhas, feijoadas e almoços para arrecadar fundos para suas escolas e com ele fazer pequenos reparos e consertos. Sugiro ainda nesta pauta-caso seja realmente de interesse- que se verifique as questões nas escolas das cidades satélites: Gama, Núcleo Bandeirantes, Guará e tantas outras e não nas escolas Parque do Plano Piloto. Uma pergunta ainda para pauta: Existe uma Bancada da Educação na Câmara Distrital ou na Câmara Federal? Existe projetos nessas “casas legislativas” em prol da melhoria da educação e dos proventos dos professores? Eu e todos nós sabemos as respostas. Enquanto se enfatizam debates sobre questões de gêneros, por exemplo, nas escolas os alunos continuam sem saber absolutamente nada de matemática, de português e mal sabem interpretar um texto simples. São nossos futuros eleitores que irão manter tudo como está.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.