Lanches da ministra Tereza Cristina em voos da FAB vão custar R$ 60 mil

Licitação para serviços de comissaria de bordo prevê a compra de itens como salada caprese, mousse, entre outros. Tudo pago com dinheiro público
-Publicidade-
Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados
Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Licitação para serviços de comissaria de bordo prevê a aquisição de itens como salada caprese, mousse, entre outros

Em plena crise do coronavírus, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento resolveu abrir processo licitatório para a aquisição de “serviços de comissaria aérea de bordo” a serem prestados durante voos da ministra Tereza Cristina e sua comitiva em aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB). A expectativa é que a pasta gaste até R$ 60 mil com os quitutes para a ministra e equipe.

-Publicidade-

Entre os itens que serão adquiridos pelo ministério, estão 180 refeições (frango, carne ou peixe como prato principal, mais acompanhamentos), além de salada caprese, salada de macarrão e sobremesas, como pudim, mousse, torta, frutas fatiadas; mais 360 cafés da manhã (devendo conter, no mínimo, um tipo de pão, manteiga em sachê, geleia em sachê, frios fatiados e/ou frutas, suco e/ou iogurte, mais  sanduíche, panqueca ou omelete) e 360 lanches frios e quentes.

Ainda está prevista a compra de água mineral, sucos, copos descartáveis, copos de isopor, embalagens de isopor, guardanapos, gelo comum e gelo seco. O certame está agendado para acontecer no próximo dia 8 de maio.

Confira abaixo o edital de licitação e lista de itens

 

 

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

  1. Não vi nada demais na licitação. A Revista Oeste vai pro mesmo caminho da Crusoé??
    Não se pode continuar com outras licitações que não sejam em relação a pandemia???
    Os valores da licitação estão compatíveis com os preços de mercado. Não vi pedido de lagosta, vinhos premiados e itens de luxo.
    Reportagem fraca, fraquíssima. Pior que revista de fofoca.

  2. Desde que a ministra e sua equipe viagem a trabalho e não comam iguarias como os supremos do STF, nada mais justo que possam se alimentar. Afinal, qualquer trabalhador em viagem de serviço tem direito a diária paga pelo patrão. No mais, as licitações têm que descrever mesmo os itens ou serviços a serem prestados.

    1. Justo hoje que decidimos todos da família fazer assinatura da revista? Esse tipo de jornalismo foi o motivo do cancelamento de todos da família de outra revista. Vamos aguardar um pouco mais. Sigam os anseios e necessidades do povo, essa fórmula é um sucesso.

  3. Caro Wilson Lima, uma matéria para ser boa precisa ser, primeiro, completa, ou seja, informar perfeitamente quem a lê, de modo a não deixar dúvidas. Então por exemplo, no caso desta sua matéria: 60 mil é o valor total? Por mês? Do contrato todo? De que? Você não espera que o leitor vá pegar as fotos do edital (como eu fiz), pegar o valor de 11593,80 (do item refeições) suspeitar que deve dividir por 180 (hipoteticamente o numero de refeições) e encontrar….R$64,00… A maioria não fará isso e nesse caso você foi um péssimo jornalista pois informou mal, no meu caso eu lhe direi, que relevância tem essa matéria? Se, inclusive, o valor (calculado por mim) é bastante razoável, e dentro do mercado!!
    Mas para além dessa discussão, e considerando o turbilhão de problemas que estamos enfrentando, que relevância esse assunto tem neste momento?

    1. Detalhe da maldade: até R$60.000,00. Isso não quer dizer que será R$60.000,00. Assinei por um ano, paguei à vista. Não renovo. Já basta os dois partidos políticos disfarçados de imprensa ( Crusoé e Antagonista ). Democracia é isso, elegemos, assinamos, não gostamos? Mandamos para o anonimato. E se fosse? Está caro? E os vinhos do ladrão Mor e sua quadrilha? Que pena, perdemos uma imprensa digna!

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site