Lewandowski autoriza inquérito para investigar se Bia Kicis cometeu racismo

Deputada acredita que o caso será arquivado
-Publicidade-
Tudo começou depois de Kicis publicar um meme
Tudo começou depois de Kicis publicar um meme | Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski autorizou a abertura de um inquérito contra a deputada Bia Kicis (PSL-DF), com a finalidade de apurar suposto crime de racismo. O pedido de investigação foi apresentado pela Procuradoria-Geral da República (PGR), na quarta-feira 17.

Em setembro de 2020, a congressista publicou nas redes sociais uma imagem para criticar o processo seletivo de um programa de trainee exclusivo para negros, realizado pela empresa Magazine Luiza. O vice-PGR, Humberto Jacques de Medeiros, argumentou que o post tem cunho preconceituoso.

À rádio Jovem Pan, Kicis disse que acredita que o caso será arquivado e que a Justiça será feita. “Está se tentando criminalizar um meme”, disse a parlamentar. “Trata-se de algo extremamente perigoso.”

-Publicidade-

Veja o post de Bia Kicis

Deputada federal Bia Kicis compartilha postagem com "blackface" para critica processo seletivo para negros — Foto: TV Globo/Reprodução

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.