Luiz Fux recebe Bia Kicis no STF

Audiência tratou de temas de interesse do Supremo Tribunal Federal na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara
-Publicidade-
Ministro Luiz Fux em audiência com a deputada Bia Kicis |  Foto: Nelson Jr./SCO/STF
Ministro Luiz Fux em audiência com a deputada Bia Kicis | Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, recebeu nesta quarta-feira, 8, a presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, Bia Kicis (PSL-DF), na sede da Corte. O encontro já estava previamente marcado.

A Oeste, a deputada disse que tratou de três propostas de interesse do Supremo na CCJ: a PEC dos Precatórios, o projeto que prevê que decisões liminares sejam submetidas imediatamente ao plenário da Corte e a realização de audiências de custódia por videoconferência durante a pandemia.

Leia mais: “‘Ontem, eu era mais um na multidão’, afirma Bolsonaro”

-Publicidade-

Em relação às decisões liminares irem diretamente para o plenário, Bia Kicis disse que Fux está analisando a possibilidade de fazer a alteração já diretamente no regimento interno da Corte. “Bem consonante com esse nosso projeto aqui”, afirmou a deputada.

“Também expus ao ministro minha defesa das liberdades e, nessa linha, projeto de minha autoria e da deputada Chris Tonietto que pretende garantir a liberdade de escolha no caso das vacinas contra a covid-19”, escreveu nas redes sociais.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários

  1. Que dureza ter que negociar o direito, com pessoas que do mesmo muito não entendem, ou, lá estão por interesses próprios e devido a negociações com corruptos quando no poder. Existe vídeo de José Dirceu, revelando que o ilustríssimo Sr. Fux, o assediou por seis meses para conseguir a indicação ao STF, mediante a liberação dos processos deles, o que veio a ocorrer. Zé Dirceu e luladrão soltinhos.

  2. Acredito que no impasse que o Brasil vive o diálogo entre os poderes não acontecerá. Temos um Congresso leniente, paquiderme e corrupto. Um STF e quase todos os tribunais superiores aparelhados de fisiologistas e corruptos. Um executivo comandado por um presidente despreparado e mercurial. Como haver diálogo? Como sair desse imbróglio? Inquieta-nós os rumos que advirão de medidas populistas e ou imperiais de ambas as partes, pois, quem certamente paraguaia essa conta é o pobre povo sofredor.. como sempre!

    1. Quando vi numa reportagem antiga que Eurico Teles de Jesus ex presidente da OI tmb tentou ser Ministro do STF , vi que realmente a bandidagem lá é real. Como pode um sujeito que faliu a OI por roubo , por contratos fajutos com ” Lulinha” , com a Portugal Telecom , querer e achar seu lugar no Tribunal mais importante do País ??

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro