Lula ameaça acabar com o teto de gastos se assumir o Palácio do Planalto

Segundo o petista, derrubar o teto não tem a ver com 'gastar para endividar o futuro da nação'
-Publicidade-
Advogados do ex-presidente afirmaram que o valor de R$ 75 mil (com correção monetária gira em torno de R$ 200 mil) não inibe Dallagnol de voltar a atacar Lula | Foto: Reprodução/YouTube
Advogados do ex-presidente afirmaram que o valor de R$ 75 mil (com correção monetária gira em torno de R$ 200 mil) não inibe Dallagnol de voltar a atacar Lula | Foto: Reprodução/YouTube

O ex-presidente Lula (PT), pré-candidato ao Palácio do Planalto, afirmou nesta quarta-feira,11, que vai acabar com o teto de gastos se voltar a comandar o Brasil. A fala ocorreu em Juiz de Fora (MG), em uma palestra para reitores de universidades.

O teto de gastos foi criado no governo Michel Temer (MDB), depois do impeachment de Dilma Rousseff (PT). Por meio da regra, o país não pode aumentar gastos e investimentos públicos da União pelo período de 20 anos, válido a partir de 2017. Com o teto de gastos, o valor do Orçamento só pode variar de um ano para o outro corrigido pela inflação do período.

-Publicidade-

“Como nós vamos recriar essa melhora de vida para as pessoas que todos nós prometemos? Eu posso contar para vocês uma coisa: não haverá teto de gastos no nosso governo”, disse o petista.

Segundo Lula, derrubar o teto não tem a ver com “gastar para endividar o futuro da nação”, mas para investir em produção de ativos rentáveis. “E a educação é um ativo rentável”, afirmou. “Quem vai derrubar o gasto com relação ao PIB é o crescimento econômico, não é o corte orçamentário. Faça a economia crescer que você vai derrubar a diferença.”

Lula ainda foi às redes sociais e escreveu: “Não vai ter teto de gastos no meu governo. Vamos investir em educação, porque é o que dá mais retorno ao país. O que vai resolver a relação dívida/PIB é o crescimento do PIB. Nós deixamos as maiores reservas internacionais da história, o que está salvando este país agora”.

Protestos contra Lula

Manifestantes organizaram um protesto contra Lula na cidade mineira. Um vídeo do ato publicado nas redes sociais mostra cartazes com os dizeres “Ladrão” e “Lula nunca mais”. Juiz de Fora ficou marcada por ter sido a cidade onde o presidente Jair Bolsonaro sofreu um atentado à faca durante a campanha eleitoral de 2018.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.