Lula inicia hoje ‘tour’ pela Europa para encontros com lideranças de esquerda

Petista é considerado pré-candidato à Presidência
-Publicidade-
Lula, no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, antes de ser preso - 06/04/2018
Lula, no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, antes de ser preso - 06/04/2018 | Foto: Amanda Perobelli/ Estadão Conteúdo

O ex-presidente Lula começa nesta quinta-feira, 11, uma série de encontros com lideranças de esquerda na Europa. A “turnê” deve durar 10 dias. A ideia é fortalecer sua imagem no cenário internacional — o petista é considerado pré-candidato à Presidência da República em 2022. Conforme o PT, Lula vai debater sobre o mundo e as perspectivas para a América Latina. O primeiro destino será a Alemanha, depois a Bélgica, a França e a Espanha.

Em Berlim, o petista vai se reunir com Martin Schulz, líder do partido social-democrata e ex-chefe do Parlamento Europeu. Em Bruxelas, na Bélgica, Lula participará de um debate no próprio parlamento daquele país. Ao visitar Paris, o ex-presidente deve falar com a prefeita de esquerda Anne Hidalgo, que deve disputar o governo federal. Além de Lula, os outros líderes latinos no encontro serão a chefe de governo da Cidade do México, Claudia Sheinbaum Pardo, e a prefeita da capital colombiana, Claudia Nayibe López Hernández.

A última parada será a Espanha, onde Lula se encontrará com lideranças do Partido Socialista Operário Espanhol (Psoe), que governa o país.

-Publicidade-

Leia também: “Lula e a censura anunciada”, artigo de J.R. Guzzo publicado na Edição 76 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

17 comentários Ver comentários

  1. O pior de tudo é saber que está fazendo isso com nosso dinheiro, pago pelo contribuinte, sendo que fará de tudo para prejudicar o país!! Queria ver essa criatura sair na Rua.

  2. Certamente parece estranho um pré-candidato ir ao exterior articular sua candidatura, mas em se tratando de Lula, é totalmente natural.

    Primeiro deve-se levar em conta que a esquerda é internacionalista, e o financiamento de seus candidatos é feito com dinheiro de origem ilegal, como tem sido denunciado (só isso já seria suficiente para a cassação de alguns partidos, se aqui ainda houvesse um regime constitucional). A Espanha, um dos destinos desse “tour”, está no foco dessas denúncias.

    Segundo porque aqui dentro do país não é necessário muito esforço. O sistema já está sob controle. A eleição é apenas uma exigência formal de fachada, como na Venezuela, em Cuba e na Nicarágua.

    Pelo que as “pesquisas” têm mostrado ao mundo, Lula vencerá no primeiro turno. É com essas credenciais que ele se apresentará no exterior para, desde já, enfraquecer uma eventual reação internacional quando um candidato que, de fato, sequer pode sair às ruas no Brasil, vencer o político mais popular da nossa história. Se por aqui a imprensa mal noticiou o fenômeno ocorrido em 7 de Setembro, imaginem por lá.

    Mas a extrema esquerda cometeu um erro de omissão, na sua estratégia. Não incluiu o povo nessa equação. Esqueçam Forças Armadas, Presidente, Congresso, Supremo, PGR, etc. Nossa democracia será salva pelo povo brasileiro. Aquele povo que descobriu o tamanho da sua força em 7 de Setembro de 2021. Isso muda tudo.

  3. Será melhor recebido pelos vermes esquerdistas de lá do que foi recebido pelos antigos eleitores enganados do Ceará, tudo propaganda e dinheiro do pagador de impostos jogado no lixo, só isso!

    1. Complementando: O MEGA-LADRÃO, está indo a Europa, fazer exatamente o que fez, após sair da cadeia, quando foi para a Suíça e depois para Cuba, buscar dinheiro das suas contas secretas, para financiar seu projeto de condita a Presidência da Republica.

  4. Será que ele vai participar de alguma cúpula para decidir o destino do narcotraficante que está na Espanha detonando a esquerda e a companheira da e fechou delação com a Italia. O sujeito diz ter provas, e muitas. Não demora muito essa gente dá um sumiço. O cidadão resolveu contar o que as esquerda fazia nos verões passados. Pras quais lideranças que ele foi pedir auxilio? O podemos?

  5. Mas tá podendo sair do País? Tem que botar uma escuta, pois esse FDP só sabe falar mentiras e prejudica a imagem do Brasil.
    Se bem que mesmo a velha Europa de Macron e Anne Hidalgo na França, não aguentam mais as metodologias marxistas, pois estão só afundando.
    A Interpol tá doidinha atrás desse cabra. Se pisar na América do Norte laçam o crápula.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.