-Publicidade-

Maia não joga a toalha e dobra a aposta contra Lira

Maia mobiliza deputados afastados para retomarem mandatos e votarem em Baleia Rossi
Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia
Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia | Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reagiu às movimentações do Palácio do Planalto e mobilizou deputados licenciados para retomarem seus mandatos de modo a angariar votos a Baleia Rossi (MDB-SP) para presidente da Casa.

Reportagem da CNN Brasil mostra que cinco parlamentares que ocupavam cargos de secretários estaduais ou municipais em seus Estados já atenderam o chamado: Rubens Pereira Júnior (PCdoB-MA), Márcio Jerry (PCdoB-MA), Marcelo Calero (Cidadania-RJ), Josias Gomes (PT-BA) e Pedro Paulo (DEM-RJ).

Leia mais: “Bolsonaro descarta reforma ministerial: ‘Só tem uma vaga’”

Ao voltarem, os cinco deputados impedem votos em Arthur Lira (PP-AL). Os suplentes eram de partidos que apoiam oficialmente o candidato ou haviam prometido voto nele.

Segundo a emissora, nesse processo, Maia e Rossi contaram com a ajuda de governadores e prefeitos aliados. Entre eles, os governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e da Bahia, Rui Costa (PT), além do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM).

Do lado do candidato do PP, a ajuda veio principalmente do Planalto. O presidente Jair Bolsonaro exonerou os ministros Tereza Cristina (Agricultura) e Onyx Lorenzoni (Cidadania) para votarem em Lira. A terceira ajuda para ele veio de Covatti Filho (PP-RS), que deixou a Secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul para votar.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês