Mandetta prevê que Brasil tenha transmissão comunitária de coronavírus já na próxima semana

Ministro da Saúde também disse: "vamos viver umas 20 semanas duras"
-Publicidade-
Mandetta Presidente

Ministro da Saúde também disse: “vamos viver umas 20 semanas duras” e pediu R$ 5 bilhões ao Congresso

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse nesta quarta-feira, 11, que a pasta trabalha com o cenário de o Brasil ter transmissão comunitária do novo coronavírus já na semana que vem.

-Publicidade-

Esse tipo de contágio, tecnicamente conhecido como transmissão sustentada, ocorre quando não é mais possível rastrear onde o infectado foi contaminado.

A declaração do ministro foi dada durante reunião convocada com a cúpula do Congresso para discutir a situação:

“Nenhuma das pessoas do mundo tem imunidade prévia contra esse vírus. Estamos numa semana em que, na semana que vem, a gente já trabalha com o conceito de transmissão sustentada e a gente já começa com pequenos surtos, pequenos inícios de redemoinho”, disse o ministro.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Mandetta também disse que as próximas 20 semanas serão duras para o Brasil e que começarão a surgir mais casos da doença.

O ministro pediu ao Congresso a aprovação de suplementação orçamentária de R$ 5 bilhões para combater os efeitos do coronavírus no país.

 

 

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.