Manifestações do dia 7 são em ‘defesa da liberdade’, diz Major Vitor Hugo

Em entrevista ao Opinião no Ar, da RedeTV!, deputado defende direito de policiais participarem dos atos de apoio ao governo
-Publicidade-
O deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO) falou sobre as manifestações de 7 de Setembro
O deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO) falou sobre as manifestações de 7 de Setembro | Foto: Reprodução/YouTube

Em entrevista ao programa Opinião no Ar, da RedeTV!, nesta sexta-feira, 3, o deputado federal Major Vitor Hugo (PSL-GO) afirmou que a pauta central das manifestações programadas para o dia 7 de Setembro pelos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro é “a defesa da liberdade”, e não ataques direcionados a instituições como o Supremo Tribunal Federal (STF).

“Quando os Poderes não se contêm dentro de suas prerrogativas, a gente vive esse desequilíbrio”, disse o parlamentar. “É a defesa da nossa liberdade: de expressão, de culto, de ir e vir. É por isso que nós vamos às ruas. Não é contra nenhuma instituição em particular. Não haverá risco para ninguém.”

Leia mais: “Coronel Tadeu: relação entre Polícia Militar e Doria está ‘desgastada’”

-Publicidade-

Segundo Vitor Hugo, as pessoas irão às ruas “para contestar decisões dentro daquilo que a Constituição permite, que é o fato de todos poderem se manifestar pacificamente”.

“A gente vê uma parte da imprensa e da oposição querendo esvaziar o movimento. Sabemos que haverá milhões de pessoas em todo o Brasil”, afirmou o deputado.

Apesar de dizer que o STF não é a principal pauta das manifestações, Vitor Hugo fez críticas a recentes decisões da Corte — ele citou as prisões do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) e do ex-deputado Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB. “A maioria da população brasileira não se identifica com as decisões do STF”, afirma.

Leia também: “Mourão: manifestações do dia 7 serão ‘pacíficas’ e não buscam ‘ruptura’”

Participação de policiais

Na entrevista, Vitor Hugo defendeu o direito de policiais participarem das manifestações favoráveis ao governo, desde que não estejam fardados, trabalhando.

Leia mais: “Bolsonaro volta a fazer convocação para manifestações do dia 7”

Como informou Oeste, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou o afastamento do chefe do Comando de Policiamento do Interior-7 da Polícia Militar, coronel Aleksander Lacerda por indisciplina. Lacerda é apoiador de Bolsonaro e convocou pessoas para irem à manifestação programada por simpatizantes do governo federal no dia 7 na Avenida Paulista.

“Nenhum policial fardado vai se envolver em manifestações dessa natureza. Se estiver fardado, estará em serviço para garantir a segurança de todos que estarão lá”, disse o deputado. “Se ele quiser participar à paisana, estando fora do serviço, tem todo o direito.”

Leia também: “‘Ninguém precisa temer o 7 de Setembro’, afirma Bolsonaro”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro